Takahashi fica com o bronze no tênis de mesa

Brasileira não conseguiu superar a porto-riquenha Adriana Diaz e perdeu por 4 sets a 0

Bruna TakahashiBruna Takahashi - Foto: Abelardo Mendes Jr/ rededoesporte

A mesa-tenista Bruna Takahashi ficou com a medalha de bronze individual nos Jogos Pan-Americanos Lima 2019. Nesta quarta-feira (7), ela não conseguiu superar a porto-riquenha Adriana Diaz, que fechou o placar com fáceis 4 sets a 0 (com parciais de 11/9, 11/8, 11/3 e 11/4).

Adriana, fenômeno em seu país, enfrentará na final a americana Yue Wu, que venceu de virada a também porto-riquenha Melanie Diaz por 4 sets a 2 (com parciais de 8/11, 11/5, 10/12, 11/6, 11/6 e 11/5). As finais do tênis de mesa, feminina e masculina, serão disputadas ainda nesta quarta, a partir das 20h (horário de Brasília), no Complexo Esportivo de La Videna.

Bruna já soma três medalhas em Lima. Uma de prata, na dupla mista ao lado de Gustavo Tsuboi, e dois bronzes - o outro foi na dupla feminina ao lado de Jéssica Yamada. Ainda na tarde desta quarta-feira, Hugo Calderano, ouro na dupla masculina com Tsuboi, enfrenta o canadense Eugene Wang em busca de mais um vaga na disputa do ouro. A outra semifinal masculina será entre o americano Kanak Jha e o jogador da República Dominicana, Juaji Wu.

Leia também:
Brasileiros perdem na final das duplas mistas no Pan
Brasil ganha ouro no conjunto da ginástica rítmica no Pan


Bruna volta a defender o Brasil nesta quinta-feira (8), na competição por equipe com Jéssica Yamada e Caroline Kumahara. O Brasil enfrentará o México, a partir das 12h (horário de Brasília) na disputa por equipe feminina.

Veja também

Apesar de pressão, sindicatos de professores não conseguem impedir reabertura de escolas no País
Educação

Apesar de pressão, sindicatos de professores não conseguem impedir reabertura de escolas no País

Letalidade da Covid-19 no Brasil está em torno de 3%
Coronavírus

Com quase 137 mil mortos pela Covid-19, Brasil tem taxa de letalidade em torno de 3%