Tarifa única nos ônibus está em fase final de estudo

Informação foi repassada pelo Grande Recife Consórcio em reunião com conselheiros do CSTM. Medida foi promessa de campanha

ÔnibusÔnibus - Foto: Felipe Ribeiro/Folha de Pernambuco

A tarifa única do Sistema de Transporte Público de Passageiros da Região Metropolitana do Recife (STPP/RMR) está em fase final de estudos e terá que sair do papel ainda neste ano caso o Governo tenha por objetivo não descumprir uma promessa de campanha feita em 2014 pelo então candidato a governador Paulo Câmara.

O tema foi discutido, ontem, entre três integrantes do Conselho Superior de Transporte Metropolitano (CSTM) ligados aos usuários de ônibus e o diretor de planejamento do Grande Recife Consórcio de Transporte (GRCT), Alfredo Bandeira. A proposta já havia sido protocolada pelos conselheiros, há pouco mais de uma semana, como uma das sugestões a ser discutida na reunião do CSTM que discutirá o realinhamento da passagem, ainda sem data marcada.

Pela medida, os anéis A (R$ 3,20), B (R$ 4,40), D (R$ 3,35) e G (R$ 2,10) seriam extintos e um valor único seria adotado nas cerca de 400 linhas do STPP/RMR. A esperança dos usuários é de que, com a unificação, os anéis mais caros sejam puxados para baixo, uma vez que 85% dos passageiros utilizam o A. Os anéis tarifários são definidos de acordo com o percurso das linhas. As que têm viagens com até 32 quilômetros de extensão operam com a tarifa A. As que chegam a até 45 quilômetros adotam a B. Menos de 1%, com trajetos muito curtos, têm uma tarifa social (R$ 2,10).

"Esse é um assunto complexo, tendo em vista que temos algumas variáveis, como a existência de quatro tarifas, a extensão das linhas, entre outras questões”, afirmou Bandeira, acrescentando que os estudos sobre a tarifa única estão sendo finalizados. Na ocasião, o gestor também fez uma explanação sobre o Sistema Estrutural Integrado (SEI), a integração temporal e a licitação das linhas do Sistema de Transporte Público de Passageiros da Região Metropolitana do Recife (STPP/RMR).

Participaram da reunião os conselheiros Márcio Morais, representante dos estudantes, e Nael Antônio Vicente e Paulo Gustavo de Lima, representando os usuários. À Folha de Pernambuco, Morais afirmou que a reunião foi produtiva e que foi firmado o compromisso de que o estudo sobre a tarifa única seria apresentado aos componentes do CSTM nos próximos dias, o que o GRCT não confirmou. "Fomos eleitos para representar a sociedade e nosso papel é cobrar", declarou.

Além desses três conselheiros, outras cinco pessoas são de segmentos da sociedade civil dentro do CSTM. Ainda há integrantes ligados a entidades como Sindicato dos Rodoviários, Companhia Brasileira de Trens Urbanos (CBTU), às câmaras municipais do Recife e de Olinda, a secretarias municipais dessas duas cidades e a secretarias e órgãos do Governo do Estado. Ao todo, 24 conselheiros votam em pautas concernentes ao STPP/RMR, entre elas, o reajuste da passagem de ônibus.

Veja também

Após morte de George Floyd, capas de revistas com negros disparam
EUA

Após morte de George Floyd, capas de revistas com negros disparam

Em evento no Recife, ministro da Educação diz que 140 prefeituras terão de prestar contas ao TCU
EM EVENTO NO RECIFE

Em evento no Recife, ministro da Educação diz que 140 prefeituras terão de prestar contas ao TCU