Táxi comum do Aeroporto do Recife terão que passar por mudanças

Os carros vão ter que se enquadrar à nova padronização visual até o próximo mês para terem a permissão de continuar operando no local

Mudança no aspecto visual dos táxis do Serviço Comum do Aeroporto do RecifeMudança no aspecto visual dos táxis do Serviço Comum do Aeroporto do Recife - Foto: Julya Caminha/ Folha de Pernambuco

Os veículos que compõem o Serviço de Táxi Comum do Aeroporto Internacional do Recife, localizado no bairro da Imbiribeira, na Zona Sul da capital pernambucana, vão ter que passar por mudanças em seus visuais de acordo com decreto assinado pelo prefeito da cidade, Geraldo Julio.

Os motoristas deverão usar obrigatoriamente a caixa luminosa padronizada, sobreposta no teto do veículo e dos adesivos de identificação do sistema de táxi do Serviço de Táxi Comum. Os adesivos que eram vermelhos vão passar a ser azuis. A partir de 14 de novembro, o táxi que não estiver cumprindo as normas estabelecidas será proibido de operar no Aeroporto até a adequação do veículo à nova padronização visual.

Leia também:
Taxistas participam de audiência sobre aplicativos de transporte na Câmara do Recife
Concorrência faz táxi manter preço

“Essa padronização é uma forma de podermos sobreviver mais um pouco. Vamos ficar semelhantes aos táxis de rua, com algumas diferenças, como o nome 'Táxi Comum Aeroporto', para a CTTU poder identificar os veículos que estão cadastrados e trabalham no Aeroporto”, o taxista José Marcelino de Araújo. A nova padronização visual irá facilitar a atuação da fiscalização, bem como melhorar a identificação dos veículos por parte dos passageiros, acredita o taxista.

As peças de identificação devem conter a expressão "Táxi Comum Aeroporto", o número do Termo de Permissão - TP e o número de telefone 0800.081.1078 para sugestão e/ou reclamações. Elas estão sujeitas à reposição em caso de avarias, verificadas pela fiscalização ou no ato do recadastramento anual do serviço.

É responsabilidade dos permissionários os custos da padronização visual dos veículos. Assim que o motorista colocar a nova padronização visual em seu veículo, deve comparecer à CTTU para vistoria acerca do cumprimento das novas normas.

Veja também

Brasil chega a mais de 214 mil mortes pela Covid-19
Boletim Pandemia

Brasil chega a mais de 214 mil mortes pela Covid-19

Praças de Paulista terão acesso gratuito à internet e câmeras de reconhecimento facial
Tecnologia

Praças de Paulista terão acesso gratuito à internet e câmeras