Taxistas realizam carreata no Centro do Recife

Categoria se queixa do projeto de lei da Prefeitura do Recife que cria, segundo eles, uma limitação na concorrência com motoristas de apps

Protesto dos taxistasProtesto dos taxistas - Foto: Rafael Furtado/Folha de Pernambuco

Dezenas de taxistas saíram em carreata na manhã desta segunda-feira (14) para reivindicar uma discussão com os profissionais sobre um projeto de lei da Prefeitura do Recife (PCR) que cria, segundo eles, uma limitação na concorrência com motoristas de aplicativos.

Leia também
Guardas municipais realizam protesto em frente ao prédio da Prefeitura do Recife


O ato, organizado por lideranças de cooperativas, partiu do Cais José Estelita com rumo ao edifício-sede da prefeitura e, em seguida, para a Câmara dos Vereadores. Agentes e orientadores da Autarquia de Trânsito e Transporte Urbano (CTTU) controlam o tráfego.

Atualmente, 6.125 taxistas têm autorização para circular no Recife. “Do jeito que está indo para a Câmara, não tem limitação, não tem filtro”, afirmou o diretor da Cooperativa de Motoristas de Shopping, Wellington Pierre, acrescentando que os profissionais requerem uma “concorrência leal e justa”.

“Somos 6.125 taxistas e queremos que sejam 6.125 uber e não 32 mil como vem acontecendo”, completou Pierre. A pauta dos motoristas também pede por melhorias na mobilidade urbana.

“Faz três anos que a Uber chegou ao Recife e há três anos a cidade ganha como a capital de trânsito mais lento do Brasil. Não é coincidência”, criticou o diretor da Cooperativa de Taxistas, Augusto Bença. “O cadastro cria um mecanismo para diminuir mas não cria diretamente uma comparação. Ele diminui os aplicativos, mas não limita”, finalizou.

Veja também

Rede estadual retoma aulas presenciais nesta segunda-feira

Rede estadual retoma aulas presenciais nesta segunda-feira

Profissionais de saúde do Recife que já receberam segunda dose devem voltar aos trabalhos
Vacinação

Profissionais de saúde do Recife que já receberam segunda dose devem voltar aos trabalhos