Teich debuta e garante criar programa para concentrar as informações sobre a Covid-19

A reunião acontece após o levantamento de casos divulgado pelo Ministério da Saúde

Nelson Teich, novo ministro da SaúdeNelson Teich, novo ministro da Saúde - Foto: Reprodução

Levantamento do Ministério da Saúde divulgado nesta quarta-feira (22) mostra que o Brasil tem 45.757 pessoas infectadas pelo novo coronavírus. O número de mortes por Covid-19 chega a 2.906. O índice de letalidade ficou em 6,4%.

Leia também:

Novo coronavírus já matou 180 mil pessoas em todo o mundo
Pernambuco registra recorde diário de casos da Covid-19


Neste momento, o ministro da Casa-Civil, Braga Netto; o ministro do Turismo, Marcelo Álvaro; o ministro da infraestrutura, Tarcísio Freitas; o ministro da Saúde, Nelson Teich; o ministro-chefe da Secretaria de Governo, Luiz Eduardo Ramos; e o governador de Brasília, Ibaneis Rocha, participam de coletiva de imprensa no Palácio do Planalto.

Em sua primeira coletiva de imprensa desde que assumiu o cargo de ministro da Saúde, Nelson Teich afirmou que o Brasil vai criar um programa para concentrar as informações sobre a Covid-19 e assim criar novas medidas de contenção do vírus. De acordo com Teich “a informação em relação a doença é fundamental e crítica”, e por isso, o Ministério da Saúde trabalhará junto com a Casa Civil, outros grupos do governo e empresas privadas para consolidar melhor as informações de dados sobre o novo coronavírus.

Mais uma vez o ministro da Saúde enfatizou a importância da integração entre a economia e a saúde na superação da crise causada pelo novo coronavírus. “Por mais que foque na doença a gente não pode esquecer dos outros setores, se a gente tiver uma enorme perda de empregos haverá um crescente número de doenças suplementares também”, afirmou Nelson Teich.

O ministro da Saúde falou ainda sobre a importância de dar atenção a outras doenças além do novo coronavírus. “Fora os pacientes da Covid-19 o Brasil tem mais 200 milhões de pessoas com outras doenças e que precisam ser tratadas”, afirmou Nelson Teich. O ministro disse ainda que a situação está difícil, mas o Brasil está preparado e o objetivo é fortalecer o sistema de saúde para que ele esteja ainda mais fortalecido após a pandemia.

Novos Planos
O ministro da Saúde informou que na próxima semana será divulgado um plano para auxiliar estados e municípios em suas medidas de isolamento. Nelson Teich afirmou que o plano seguirá diretrizes discutidas com governadores e vai se adequará as demandas de cada região do país.

“Um país não sobrevive um ano ou um ano e meio parado, o afastamento é um bom plano de entrada, mas não pode ser a única saída”, afirmou Nelson Teich ao defender a retomada gradual das atividades econômicas e o afrouxamento do isolamento social.

Nelson Teich anunciou ainda que contará com o auxílio do General Eduardo Pazuello, como seu secretário executivo, para auxiliar nas demandas do Ministério da Saúde e nas medidas de combate ao novo coronavírus.



Acompanhe ao vivo: 

Acompanhe a cobertura em tempo real da pandemia de coronavírus

 

Veja também

Banhista é atacado por tubarão na praia de Piedade; segunda vítima em menos de um mês
Ataque

Banhista é atacado por tubarão na praia de Piedade; segunda vítima em menos de um mês

Recife tem 70% da população adulta vacinada contra Covid-19 com ao menos uma dose
Saúde

Recife tem 70% da população adulta vacinada contra Covid-19 com ao menos uma dose