Notícias

Temer não veio ao Nordeste em busca de popularidade

Não será fácil para o presidente Michel Temer vencer a batalha da impopularidade nos 23 meses de mandato que lhe restam

Inaldo SampaioInaldo Sampaio - Foto: Colunista

Engana-se quem acha que o presidente Michel Temer veio ontem a Pernambuco em busca de popularidade. Ele chefia um governo de transição cujas principais prioridades são as reformas que propôs ao Congresso - previdenciária e trabalhista, além do freio nos gastos públicos. Se até o final do seu governo tiver conseguido êxito nessas duas reformas, terá deixado sua marca na História, pois as forças que se opõem a ambas são muito poderosas. Isso não quer dizer que o presidente deva permanecer recluso no Distrito Federal. Ele tem mesmo é que andar pelo Brasil, nem que seja para ocupar seu tempo visitando obras inacabadas, tal qual fez ontem em Floresta com a transposição do São Francisco. Se no seu curto governo o país tiver vencido o desemprego e retomado os investimentos na área econômica, a popularidade virá, naturalmente. Mas não é fácil vencer essa batalha até o final de 2018, e o próprio presidente sabe disto.

Conselho ao presidente
Se tivesse que dar um conselho a Michel Temer, o vice-governador Raul Henry (PMDB) repetiria o que disse a ele o publicitário Nizan Guanares numa reunião do Conselho de Desenvolvimento Econômico e Social: “Presidente, aproveite sua impopularidade para fazer as reformas de que o Brasil precisa”. Um segundo conselho seria para que Temer não invente de se candidatar à reeleição em 2018.

Concessão > o Governo de Pernambuco finge acreditar que o Aeroporto dos Guararapes entrará na próxima lista das obras federais a serem concedidas à iniciativa privada. Mas se a União tivesse interesse já o teria colocado no mesmo “pacote” dos Aeroportos de Fortaleza, Salvador, Florianópolis e Porto Alegre.

Comando > O advogado e suplente de vereador Felipe Ferreira Lima será o próximo presidente do PPS com Recife, com a missão de preparar o partido para as eleições estaduais do próximo ano.

Avanço > O governador Camilo Santana (PT) divulgou na “Veja” que das 100 melhores escolas públicas de ensino fundamental, no Brasil, 77 são do Ceará, incluindo as 24 primeiras do “ranking”.

Resgate > O prefeito de Olinda, Professor Lupércio (SD), começou a cumprir o que prometeu na campanha: atender a todas as pessoas que o procuram. Só na última 4ª feira, ele recebeu no gabinete 183.

Missa > Membros das famílias “Ferraz” e “Novaes”, de Floresta, incluindo o ex-deputado Vital Novaes, participaram de uma missa em Aldeia, domingo, pelos 95 anos da matriarca Neusa de Araújo Ferraz, sogra do vereador Ronaldo Leite (PT). O padre Brás Costa, autor do livro “No altar da poesia”, fez a celebração.

Penta > Guilherme Uchoa (PDT) assumirá amanhã, pela 5ª vez, a presidência da Assembleia Legislativa. Mas ainda estará em desvantagem em relação ao capixaba José Carlos Gratz, que mandou durante 20 anos na Assembleia Legislativa do Espírito Santo, alternando-se na 1ª secretaria e na presidência.

Fiasco > O PMDB tem o presidente da República (Temer), o presidente do Congresso (Renan Calheiros), além das maiores bancadas na Câmara (65 deputados) e no Senado (20 senadores), mas não tem um quadro competitivo para disputar a eleição presidencial de 2018. Nas duas eleições que disputou, o desempenho dos candidatos foi um fiasco. Ulysses Guimarães obteve em 1989 apenas 4,4% dos votos válidos e Orestes Quércia (em 1994) 4,38%.

Veja também

Brasil registra 37 mortes por covid-19 em 24 horas
Boletim

Brasil registra 37 mortes por covid-19 em 24 horas

Queiroga anuncia ex-número dois de Onyx como novo secretário-executivo do Ministério da Saúde
Governo Federal

Queiroga anuncia ex-número dois de Onyx como novo secretário-executivo do Ministério da Saúde