visita presidencial

Temer visita Lula no Sírio e é hostilizado na entrada do hospital

Presidente passou cerca de meia hora e levou grande comitiva governamental

Temer foi prestar solidariedade a Lula no hospital Sírio Libanês neste momento de dor Temer foi prestar solidariedade a Lula no hospital Sírio Libanês neste momento de dor  - Foto: O Globo|reprodução

Michel Temer chegou às 22h30 no Sírio Libanês, em SP, junto com os senadores Renan Calheiros (PMDB-AL), Eduardo Braga (PMDB-AM), Romero Jucá (PMDB-RR), Cássio Cunha Lima (PSDB-PB), e o presidente da Casa, Eunicio Oliveira (PMDB-CE). para visitar Lula, e prestar condolência pela morte cerebral da ex-primeira-dama Marisa Letícia.

O presidente entrou pela porta principal do hospital e foi hostilizado por simpatizantes petistas, que o chamaram, de "assassino" e "golpista". Ele se mostrou inabalável aos ataques.

Lula recebeu a comitiva liderada por Temer, que ficou por cerca de eia hora, em sala reservada, e  agradeceu o gesto e dizendo estar feliz com o fato de eles terem deixado "a disputa política" de lado para levar a ele votos de solidariedade.

Segundo pessoas que participaram da reunião, Lula estava falante, embora visivelmente abatido, com os olhos inchados e vermelhos. Por mais de um vez ele teria enfatizado o quão importante é diferenciar o que é política do que é relação humana.

O presidente decidiu de última hora viajar à capital paulista depois de ter sido comunicado da gravidade do quadro da ex-primeira-dama Marisa Letícia, que sofreu um AVC na semana passada e perda do fluxo cerebral nesta quinta. Sua situação é considerada irreversível. Depois disso, a família autorizou procedimento de doação de órgãos.

Ao lado de Temer, que foi recebido na porta pelo médico de Marisa e Lula, Roberto Kalil,  também estavam o ex-presidente José Sarney (PMDB) e os ministros Eliseu Padilha (Casa Civil), Henrique Meirelles (Fazenda), Dyogo Oliveira (Planejamento), José Serra (Relações Exteriores), Helder Barbalho (Integração Nacional) e Moreira Franco (Secretaria-Geral). Com informações da Folha de S. Paulo.


Ao chegar no Sírio Libanês, Temer foi hostilizado por manifestantes com gritos

Foto: Ao chegar no Sírio Libanês, Temer foi hostilizado por manifestantes com gritos
Créditos: Folha de S. Paulo|reprodução

Veja também

STF libera valor dos precatórios do Fundef destinado a professores de Pernambuco
Educação

STF libera valor dos precatórios do Fundef destinado a professores de Pernambuco

OMS investiga se rápida propagação da varíola do macaco se deve a mutações
MONKEYPOX

OMS investiga se rápida propagação da varíola do macaco se deve a mutações