Tenista Roger Federer deixou patrocínio da Nike por contrato de R$ 1 bi

O suíço lidera o ranking de esportistas que recebeu o maior valor em patrocínio

Federer utilizando os novos acessórios da marca japonesaFederer utilizando os novos acessórios da marca japonesa - Foto: Divulgação

O tenista Roger Federer mostrou que é mesmo poderoso. O suíço deixou a Nike e agora é patroncinado pela Uniqlo. A mudança não foi nem um pouco barata. Segundo a revista Forbes, o último contrato de Federer com a Nike valia US$ 10 milhões anuais (R$ 38 milhões). O contrato de 10 anos com a Uniqlo, multinacional japonesa, vai render a Federer cerca de US$ 30 milhões anuais. Todo o contrato é avaliado em 300 milhões de dólares pelo acordo (cerca de R$ 1 bilhão).

Nenhum outro atleta conseguiu arrecadar mais dinheiro com contratos de patrocínio do que o suíço. No ranking feito pela Forbes com os atletas que mais arrecadaram com patrocínio entre junho de 2017 e junho de 2018, Federer está ao lado de estrelas do basquete, como o LeBron James, do futebol, como o Cristiano Ronaldo e do jogador de golfe Tiger Woods.

Veja também

Covid-19: casos sobem para 17,7 milhões e mortes, para 496 mil
Coronavírus

Covid-19: casos sobem para 17,7 milhões e mortes, para 496 mil

Não há previsão para a chegada da vacina da Janssen, diz secretário de Saúde de Pernambuco
Coronavírus

Não há previsão para a chegada da vacina da Janssen, diz secretário de Saúde de Pernambuco