Gripe

Terceira fase da vacinação contra Influenza começa no Recife

Posto de vacinação volante no Pátio do Carmo tem manhã movimentada na manhã desta quarta-feiraPosto de vacinação volante no Pátio do Carmo tem manhã movimentada na manhã desta quarta-feira - Foto: Rafael Furtado/ Folha de Pernambuco

Nesta quarta-feira (9), novos grupos prioritários começaram a vacinação contra a Influenza (Gripe). No Recife, os postos volantes ficam sediados em três locais: Pátio do Carmo, no Bairro de Santo Antônio; Parque Dona Lindu, no Bairro de Boa Viagem e no Sítio da Trindade, em Casa Amarela. A vacinação também é oferecida em 153 unidades da Secretaria de Saúde da Cidade.

De acordo com a Secretaria de Saúde do Recife (Sesau), mais de 510 mil pessoas estão aptas a receber a vacina na Capital. São elas, todas as pessoas que fazem parte dos grupos prioritários definidos pelo Ministério da Saúde para a Campanha Nacional Contra a Influenza.

De acordo com Débora Amaral, gerente geral de Ações Integradas no Território, da Atenção Básica, a vacina contra a gripe é importante para prevenir que outras doenças respiratórias circulem durante a pandemia. "A vacina contra a influenza tem historicamente há 23 anos uma importância muito grande. Considerando que ela protege os casos graves da influenza e também é uma doença respiratória que leva a óbito assim como a Covid, nesse momento em que a Covid também está em período pandêmico, é ainda mais importante. Porque quanto mais gente vacinada contra a Influenza, a gente tem a proteção para a gripe e essas pessoas evitam procurar os serviços de saúde com os sintomas que são similares. Isso diminui a sobrecarga do sistema, além de proteger os cidadãos contra a influenza", avalia Débora.

Ainda segundo a gerente geral de Ações Integradas no Território, quem tomar a Vacina da Covid-19 deve aguardar 15 dias antes de tomar a vacina da gripe. "A prioridade é a vacina da Covid-19, no entanto, as pessoas que tomaram a vacina da Covid-19 tem um intervalo de 15 dias para tomar qualquer outra vacina. Então tomou a vacina contra a Covid-19, com 15 dias depois você já pode tomar a da influenza. E hoje a gente já está fazendo a primeira dose em tipos de vacina que é a AstraZeneca e a Pfizer que ela tem um intervalo entre a primeira e a segunda dose de mais de dois meses, então você pode tomar a primeira dose, aguarda os 15 dias, toma a Influenza, e aguarda o segundo momento da Covid-19", explica. 

Na manhã desta quarta-feira, a movimentação no posto localizado no Pátio do Carmo, área Central do Recife, foi intensa. O aposentado Josinaldo Barbosa dos Santos, 59 anos, esteve no Pátio do Carmo na manhã desta quarta para receber uma dose de imunização. "Tenho problema de hipertensão, ela estava fazendo, eu tomei. Porque eu já tomei também a da covid. Aí achei melhor também porque a imunização fica melhor", disse. "Minha esposa já se vacinou e falta agora já fazer a outra da gripe que ela não fez ainda, mas vai fazer", completou.

Assim como ele, Eurídice e Célia Galvão, ambas de 71 anos, também estiveram no Pátio do Carmo nesta manhã. Célia estava acompanhada do filho e da nora e decidiu tomar a dose "para se previnir". Ela contou que não estava nos planos tomar a vacina hoje, mas "estava passando e aproveitou para se imunizar". 

Dos grupos que já estavam sendo vacinados até agora, apenas o das puérperas ultrapassou a meta, chegando a 98,5%. Seguido das crianças (57%), gestantes (54%), idosos (42%), trabalhadores da saúde (36%) e professores (25%).

Quem pode se vacinar na terceira etapa

Pessoas com comorbidades; pessoas com deficiência permanente; caminhoneiros; trabalhadores dos transportes coletivos rodoviário de passageiros; trabalhadores portuários. Além deles, também serão imunizados os profissionais das Forças de Segurança e Salvamento e Forças Armadas; funcionários do Sistema de Privação de Liberdade; população privada de liberdade; e adolescentes e jovens em medidas socioeducativas.

É importante destacar que, mesmo com o início de uma nova etapa, as pessoas incluídas nos grupos anteriores podem continuar recebendo a vacina da mesma forma. São elas: crianças de seis meses a menores de seis anos; gestantes; puérperas (mulheres que tiveram bebê há até 45 dias); trabalhadores da saúde, idosos (a partir de 60) e professores dos ensinos básico e superior.

Onde se vacinar

A vacina contra gripe é oferecida em 153 unidades da Secretaria de Saúde, de segunda a sexta, entre 8h e 17h, e também em três pontos volantes da cidade: Parque Dona Lindu (Boa Viagem), Sítio Trindade (Casa Amarela) e no Pátio do Carmo (bairro de Santo Antônio). No Dona Lindu e no Sítio Trindade, a vacinação ocorre de domingo a domingo. O ponto montado no Pátio do Carmo funciona de segunda a sábado, já que no domingo este ponto é deslocado para o Marco Zero (Bairro do Recife). Todos os locais têm o mesmo horário de funcionamento, das 8h às 17h.

Documentos

A Secretaria de Saúde do Recife recomenda que se leve um documento de identificação, a carteira de vacinação e o cartão SUS (se tiverem esses dois últimos). Parte do público-alvo precisa apresentar também documentos que provem a necessidade da imunização. Os profissionais das redes públicas e privadas de saúde, por exemplo, devem levar comprovantes laborais, como crachás ou carteira de trabalho.

Veja também

Brasil reabre fronteira com Venezuela após mais de 1 ano, mas limita entrada
FRONTEIRAS

Brasil reabre fronteira com Venezuela após mais de 1 ano, mas limita entrada

Brasil tem 18,2 milhões de casos acumulados de covid-19
Coronavírus

Brasil tem 18,2 milhões de casos acumulados de covid-19