RMR

Terminais de ônibus da Região Metropolitana do Recife ganham reforço de policiais militares

Policiamento ostensivo faz parte do Acordo de Cooperação Técnica e dividirá agentes em turnos

Terminais da RMR vão receber mais policiamento//Na foto: TI Joana BezerraTerminais da RMR vão receber mais policiamento//Na foto: TI Joana Bezerra - Foto: Arthur de Souza/Folha de Pernambuco

Começou neste domingo (1º) o Acordo de Cooperação Técnica que prevê policiamento ostensivo nos 27 terminais de ônibus da Região Metropolitana, das 6h às 22h, diariamente. O acordo foi firmado entre o Grande Recife Consórcio de Transporte, a empresa Nova Mobi, responsável por gerenciar os terminais,  as secretarias de Defesa Social (SDS) e Desenvolvimento Urbano e Habitação (Seduh) e a Polícia Militar de Pernambuco (PMPE).
 
No Terminal de Joana Bezerra, um dos principais terminais da Região Metropolitana do Recife, quatro policiais militares atuavam no local no início da tarde. Os agentes se dividem em dois turnos, que vão das 6h às 14h e das 14h às 22h, cada.


 
A vendedora Juliana Torres, de 37 anos, afirmou que se sente mais segura ao saber da presença diária da PM nos terminais. “Realmente traz mais segurança pra gente porque às vezes acontecem certos tipos de coisa que se não tiver policial, fica difícil, a população não consegue conter, só a polícia para colocar ordem”, comentou.
 
O recepcionista Felipe dos Santos, de 24 anos, teve a bicicleta roubada ao sair do terminal na semana passada e aprovou o aumento do policiamento no local. “É muito bom que a polícia esteja aqui. Na segunda-feira passada eu fui assaltado praticamente na saída do terminal, levaram a bicicleta que eu tinha. Então, é muito bom que tenha policiamento aqui, principalmente à noite”, disse. 
 
Segundo o Grande Recife, para tirar dúvidas, dar sugestões ou registrar reclamações, o usuário pode entrar em contato com a Central de Atendimento ao Cliente (0800 081 0158) ou WhatsApp (99488.3999), exclusivo para reclamações.

Veja também

Equador reduz tarifas de combustível após fim de protestos indígenas"
Mundo

Equador reduz tarifas de combustível após fim de protestos indígenas"

Servidor que acusou perseguição de Ibama após caso das girafas importadas recupera cargo na justiça
Rio de Janeiro

Servidor que acusou perseguição de Ibama após caso das girafas importadas recupera cargo na justiça