NÁUTICO

Time do Náutico passará por mudança radical

Boa parte do elenco Timbu não permanecerá no clube para o ano de 2017

Joazi é um dos atletas formados na base do NáuticoJoazi é um dos atletas formados na base do Náutico - Foto: Léo Lemos/Divulgação/Náutico

 

O elenco do Náutico passará por uma profunda reformulação para a próxima temporada. Boa parte da equipe, que ficou no 5º lugar na Série B do Campeonato Brasileiro, deixando escapar o acesso, não permanecerá no clube em 2017. Os únicos com contrato para o ano que vem são os volantes João Ananias e Maylson, o lateral-direito Joazi, além do meio-campista Marco Antônio e os jogadores da base. Todos os outros estão com futuro indefinido, incluindo peças importantes na campanha alvirrubra como o goleiro Júlio César e o zagueiro Rafael Pereira.

“Acho que temos de fazer uma mudança significativa. São dois anos com esse elenco, que herdamos da administração passada, e em 2015 também ficamos a dois pontos do acesso. A torcida pedia a renovação do elenco e do treinador, mas eles não corresponderam. Então, temos de buscar novos atletas empenhados, dentro da filosofia e da realidade financeira do clube”, explicou o diretor de futebol Marcílio Sales.

A parte financeira, inclusive, será o ponto de partida para as negociações de renovação e na busca por reforços. Como não subiu para a Série A, o Náutico deixou de arrecadar cerca de R$ 50 milhões com as cotas de TV e patrocínios. A expectativa é de que o Timbu tenha mais uma temporada apertada. Por isso, o objetivo é não ter um grupo com altos salários para que as contas sejam pagas sem atraso.

“Passamos por uma dificuldade grande. O Náutico honrou tudo o que tinha acordado. Estamos sendo responsáveis com a parte financeira porque é a realidade. Precisamos repensar tudo, mas vamos formar um elenco competitivo, dentro do que podemos honrar. Já estamos fazendo contatos para novas contratações, porém, nada está fechado por enquanto”, completou o dirigente.

A pedida salarial também definirá a permanência do técnico Givanildo Oliveira. O contrato do treinador só será renovado caso ele aceite uma redução nos vencimentos para 2017.

“Vamos conversar com ele com a maior franqueza possível. Queremos que ele fique, mas tudo ainda será conversado. Givanildo Oliveira não teve culpa pelo insucesso na Série B. Pegou o bonde andando e nos ajudou muito. No entanto, a realidade do Náutico é dura e tudo será levada em consideração”, finalizou.

Arena de Pernambuco
Através de nota oficial, a gestão do estádio fez um balanço do prejuízo causado por alguns torcedores na partida do Náutico contra o Oeste. Cinco tampas de vaso sanitários e 40 cadeiras foram quebradas, além de outros pequenos acabamentos. A conta total dos danos ainda não foi calculada. A diretoria do Timbu afirmou que se responsabilizará pelos danos causados ao equipamento.

 

Veja também

Paulo Skaf, que se reuniu com Bolsonaro, está com Covid-19
Bolsonaro

Paulo Skaf, que se reuniu com Bolsonaro, está com Covid-19

Três homens assaltam trem em Jaboatão dos Guararapes

Três homens assaltam trem em Jaboatão dos Guararapes