A-A+

Tite detona gramado da Arena do Grêmio: 'Absurdo'

Técnico da Seleção fez queixas fortes à condição do campo, ao qual julgou inconcebível para o futebol de alto nível

Tite durante reconhecimento do gramado na Arena do GrêmioTite durante reconhecimento do gramado na Arena do Grêmio - Foto: Raul Arboleda/AFP

Tite começou a entrevista que concedeu após a vitória nos pênaltis do Brasil sobre o Paraguai, nesta quinta-feira (27), à sua maneira habitual, com respostas longas e frases truncadas. Quando foi questionado sobre as jogadas pelos lados do campo da seleção, viu a oportunidade perfeita para fazer uma queixa que tinha evitado fazer publicamente antes do jogo.

"Agora, posso falar. É absurdo. Absurdo", disse o treinador, separando as sílabas para falar sobre a qualidade do gramado na Arena do Grêmio, em Porto Alegre. "É absurdo, em um futebol de alto nível, ter um campo com tamanha dificuldade para jogar. O futebol de alto nível não concebe esse tipo de gramado. Não estou justificando nada. Estou falando da qualidade do espetáculo."

O campo era uma preocupação antes mesmo das quartas de final da Copa América. Messi e Suárez estiveram entre aqueles que se queixaram do terreno de jogo, o que fez Tite visitar o local na última segunda-feira (24). Ele não gostou do viu e ficou ainda mais irritado ao retornar na terça (25) e ver que o grupo de funcionários não tinha sido reforçado.

"É inconcebível eu vir aqui, olhar o gramado e ver que tem cinco pessoas trabalhando, uma delas de folga. No dia seguinte, eram as mesmas cinco pessoas. É justo que nos cobrem acerto de passe e finalização, é um direito. O técnico tem que responder e dar a cara. Cada um tem uma responsabilidade. O atleta é cobrado por mim. Mas me deem condições de campo. Estava bravo. Ali, estava bravo", afirmou o técnico.

De acordo com o comandante verde-amarelo, os mais prejudicados foram os atletas que atuam na faixa central, com marcadores mais próximos, casos de Arthur, Philippe Coutinho e Roberto Firmino. Como "era preciso dar dois, três toques na bola" para fazer o domínio, todo o trabalho de articulação era freado.

Campo à parte, Tite disse que o triunfo nos pênaltis após empate por 0x0 "foi muito mais do que merecido". Com a vitória por 4x3 nos tiros da marca penal, o Brasil se credenciou a enfrentar Argentina ou Venezuela na próxima terça-feira (2), no Mineirão, em Belo Horizonte, onde espera encontrar um campo melhor.

Veja também

OMS escolhe Fiocruz para produzir nova vacina contra Covid-19 ainda em teste
Imunizantes

OMS escolhe Fiocruz para produzir nova vacina contra Covid-19 ainda em teste

Família do Recife recebe da União dinheiro para remédio mais caro do mundo para bebê com AME
Após ação na Justiça

Família do Recife recebe da União dinheiro para remédio mais caro do mundo para bebê com AME