Brasil

TJRJ nega reabertura das escolas particulares no Rio de Janeiro

O Tribunal de Justiça do Rio de Janeiro (TJRJ) negou nesta quinta (17) o pedido da prefeitura da capital para a reabertura das escolas particulares

Portão de escola fechado pela suspensão de aulasPortão de escola fechado pela suspensão de aulas - Foto: Marcelo Camargo/Agência Brasil

Leia também

• Ministro da Educação diz que por ele aulas voltariam amanhã

• Cidade de São Paulo vai retomar aulas presenciais em universidades

• 'A volta às aulas tem sido o maior desafio do Plano de Convivência', diz André Longo

O Tribunal de Justiça do Rio de Janeiro (TJRJ) negou nesta quinta (17) o pedido da prefeitura da capital para a reabertura das escolas particulares. O presidente do TJ, desembargador Claudio de Mello, em sua decisão, alegou não ter “motivo para decidir a questão neste momento, enquanto se encontra pendente de decisão a questão pela Suprema Corte”.

Em sua decisão, o desembargador afirmou que a suspensão de segurança, pedido pelo município Rio “é um canhão de cem toneladas que exige, para ser usado, um mecanismo complicado, para atirar uma quantidade considerável de pólvora, e para ser ajustado, um grande alvo para pontaria. Dito de outra forma: deve ser utilizado como a bala de prata”.

Veja também

Jornalista mexicano é assassinado na fronteira com os EUA, o sexto em 2020
Mundo

Jornalista mexicano é assassinado na fronteira com os EUA, o sexto em 2020

Astrônomos detectam planeta errante do porte da Terra vagando pela Via Láctea
Universo

Astrônomos detectam planeta errante do porte da Terra vagando pela Via Láctea