Toffoli dá 48 horas para Justiça informar sobre saúde de João de Deus

Ministro decidirá sobre o pedido de liberdade feito pela defesa do médium ao STF

João de DeusJoão de Deus - Foto: Cesar Itiberê/Fotos Públicas

O presidente do Supremo Tribunal Federal (STF), ministro Dias Toffoli, deu prazo de 48 horas para que a Justiça de Abadiânia, em Goiás, informe o estado de saúde do médium João de Deus. Com base nas informações, Toffoli decidirá sobre o pedido de liberdade feito pela defesa do médium ao STF.

"Oficie-se, com urgência, mediante fax ou e-mail, ao juízo de Direito da Vara Única de Abadiânia/GO para que, colhendo informações junto ao Núcleo de Custódia onde ele se encontra recolhido, informe à Corte, em até 48 horas, a sua atual condição, bem como se o estabelecimento em questão oferece assistência e tratamento médicos adequados à situação", decidiu Toffoli.

Leia também:
João de Deus recebe alta após passar mal em cela
Ministério Público denuncia João de Deus sob a acusação de abuso sexual


O médium está preso desde 16 de dezembro sob a acusação de violação sexual mediante fraude e dois crimes de estupro de vulnerável. Nessa quarta-feira (2) a Diretoria-Geral de Administração Penitenciária do Estado de Goiás (DGAP) informou que João de Deus está com infecção urinária.

O médium tem 76 anos, submeteu-se em 2015 a uma cirurgia e tratamento por causa de um câncer no estômago e, segundo a assessoria da Casa Dom Inácio de Loyola, onde o médium prestava atendimento espiritual, é cardiopata.

Veja também

Turistas vão em massa a Dubai para fugir dos confinamentos
Pandemia

Turistas vão em massa a Dubai para fugir dos confinamentos

Governo de Pernambuco abre mais de 15 mil vagas para cursos técnicos integrados ao ensino médio
Capacitação

Governo de Pernambuco abre mais de 15 mil vagas para cursos técnicos integrados ao ensino médio