Trabalhadores dos Correios em Petrolina aprovam estado de greve

Próxima assembleia, em 25 de outubro, pode definir paralisação já a partir do dia seguinte

Felipe & GabrielFelipe & Gabriel - Foto: Divulgação

Os trabalhadores dos Correios em Petrolina - no Sertão de Pernambuco - aprovaram, em assembleia realizada na manhã desta terça-feira (18), a instituição do estado de greve. Os funcionários podem parar já a partir do dia 26 de outubro.

De acordo com o Sindicato dos Trabalhadores dos Correios em Pernambuco (Sintect-PE), os motivos para a paralisação seriam o assedio moral sofrido pelos trabalhadores no Centro de Distribuição Domiciliar (CDD) da cidade. Além disso, os profissionais reivindicam o retorno dos 17 setores de trabalho que foram suprimidos pela empresa no município.

Na próxima terça-feira (25), a categoria realiza mais uma assembleia setorial para aprovar ou não a greve, cujo indicativo para o início é a 0h do dia 26.

Veja também

Embaixada da China defende CoronaVac e diz que vacinas do país estão entre as mais avançadas
Coronavírus

Embaixada da China defende CoronaVac e diz que vacinas do país estão entre as mais avançadas

Detento morre após invadir área de segurança na Barreto Campelo
Penitenciária

Detento morre após invadir área de segurança na Barreto Campelo