Trabalho infantil cresceu 12% em Pernambuco

No?Estado, esse quantitativo aumentou de 109 mil para 122 mil (+12%), motivo de alerta nesta segunda-feira (12), Dia Nacional contra o Trabalho Infan­­­til

Ato pretende alertar a população sobre os malefícios do trabalho infantilAto pretende alertar a população sobre os malefícios do trabalho infantil - Foto: Rafael Furtado/Folha de Pernambuco

Apesar da queda de quase 20% no número de casos de crianças trabalhando no Brasil, conforme o IBGE, ainda há 2,6 milhões de pessoas entre cinco e 17 anos nessa situação. Na contramão, no Estado, esse quantitativo aumentou de 109 mil para 122 mil (+12%), motivo de alerta nesta segunda-feira (12), Dia Nacional contra o Trabalho Infan­­­til. A data é marcada por ativi­­­dades promovidas por entidades públicas e privadas.

No Recife, have­­­rá audiência na Câmara Mu­­nicipal. São esperados represen­­­tantes da Prefeitura, da Promoto­­­ria e da Vara de Infância e da Juventude. “Precisamos, juntos, procurar alguma alternativa para solucionar esse grande problema. A exploração infanto-juvenil vem crescendo cada vez mais, ao ponto de, hoje, ser muito difícil vermos um semáforo que não tenha uma criança pedindo ajuda”, afirmou a vereadora Marília Arraes (PT), que convocou a audiência.

O Ministério Público do Trabalho (MPT) em Pernambuco também deve participar da sessão. Em Olinda, uma panfletagem é feita por servidores da Prefeitura no semáforo e na parada de ônibus da Praça do Carmo.

Também haverá atos em Brasília. Será lançada a campanha 100 Milhões por 100 Milhões, uma iniciativa global do Nobel da Paz Kailash Satyarthi. “O objetivo é mobilizar 100 milhões de pessoas, estimulando especialmente os jovens, para lutar pelos direitos de 100 milhões de crianças que vivem na extrema pobreza, sem acesso à saúde, educação e alimentação, em situação de trabalho infantil e completa insegurança”, afirmou Daniel Cara, coordenador da campanha. A agenda também contará com audiências públicas no Congresso Nacional.

A campanha “Chega de trabalho infantil”, liderada pelo MPT, terá o apoio de instituições privadas, como o McDonald’s, reconhecido como um dos maiores geradores de primeiro emprego para jovens adultos.

Quatro em cada dez crianças vivem em situação de pobreza, o que as expõe a trabalhar. O Brasil tinha, até 2016, a meta de erradicar as piores formas de trabalho infantil, mas ela não foi atingida. Segundo a Organização Internacional do Trabalho, 85 milhões de meninos e meninas se enquadram nesses casos.

Veja também

Pernambuco registra 1.450 novos casos e 29 óbitos por Covid-19
Coronavírus

Pernambuco registra 1.450 novos casos e 29 óbitos por Covid-19

Covid-19: entidade orienta sobre vacinação em pacientes reumáticos
Saúde

Covid-19: entidade orienta sobre vacinação em pacientes reumáticos