A-A+

Trânsito na Zona Norte do Recife muda a partir deste sábado

A implantação ocorre na Rua Marquês do Paraná, no Espinheiro

Mudança de trânsito no Espinheiro, Zona Norte do Recife. Mudança de trânsito no Espinheiro, Zona Norte do Recife.  - Foto: Kleyvson Santos/ Folha de Pernambuco

A Zona Norte do Recife terá mudanças no trânsito a partir deste sábado. A implantação do sentido único ocorre no bairro do Espinheiro, especificamente na Rua Marquês do Paraná, que agora passa a ser mão única, e na Rua Alfredo de Medeiros, que terá sentido único em direção à Rua da Hora.

Devido à mudança, os itinerários de cinco ônibus serão modificados. Quem costuma pegar o Jardim Brasil I (Estrada de Belém), o Jardim Brasil II (Estrada de Belém) e o Vasco da Gama (João de Barros) na parada da av. João de Barros, em frente ao Supermercado Extra enfrentará mudanças. A parada, agora desativada para essas linhas, será substituída por um novo ponto na Rua Marquês do Paraná, na frente da Escola Municipal Dom Hélder Câmara.

Leia também:
Uso de patinetes elétricos alerta para segurança e regulamentação
Palestra aborda iniciativas para redução de acidentes e mortes no trânsito
Festival Nacional da Seresta altera o trânsito no Recife


Semelhante, usuários do Vasco da Gama (João de Barros) e Alto Treze de Maio (Príncipe) devem passar a utilizar um novo ponto: a parada em frente da farmácia ExtraFarma, na av. João de Barros. No local, trabalhadores do Grande Recife fizeram mudanças na antiga parada, tirando o sinalizador, e a transformando em abrigo para atender a uma demanda maior de usuários de transporte público.

Para Washington Miguel, condutor do Jardim Brasil I (Estrada de Belém), a alteração é positiva, por achar que o trecho da av. João de Barros é sempre muito engarrafado. Para ele, a expectativa depois dessa mudança é passar menos tempo parado no trânsito.

Veja também

Confira setores em que serão mantidas as atuais regras do Plano de Convivência com a Covid
Pernambuco

Confira setores em que serão mantidas as atuais regras do Plano de Convivência com a Covid

Falta de progressos com Irã frustra Ocidente
ONU

Falta de progressos com Irã frustra Ocidente