Transplante de pernambucano nos EUA deve ser custeado pela União, determina Justiça

Homem teve parte do intestino necrosado

Pernambucano começou uma campanha pelo Facebook para arrecadar dinheiro para transplantePernambucano começou uma campanha pelo Facebook para arrecadar dinheiro para transplante - Foto: Reprodução/Facebook

Por determinação judicial do Juiz Federal substituto Augusto César de Carvalho Leal, a União vai ser intimada a custear o transplante de intestino do pernambucano David Nilo da Silva, no hospital Jackson Memorial Medical, em Miami, Estados Unidos.

Leia também
Número de transplantes cresce 5%, mas recusa de doação por famílias ainda é alta


De acordo com Isabella Protasio, esposa de David, ele passou por uma cirurgia bariátrica há três anos. No dia 21 de junho deste ano, ele começou a ter fortes dores na barriga. No hospital, foi descoberto que o intestino delgado e uma parte do grosso havia necrosado devido à cirurgia. “A determinação saiu hoje [esta terça]. Entramos na justiça em julho deste ano. Consideramos rápido. Estamos contentes com a decisão e esperamos que tudo seja resolvido o mais rápido possível”, contou Isabella.

A determinação judicial obriga a União a custear o tratamento de David “durante o tempo que se fizer necessário, incluídos transporte de ida e volta do autor, de sua esposa e de sua filha, inclusive com remoção adequada, em veículos terrestres e aéreos equipados com o aparelhamento necessário para a manutenção e suporte à vida, tratamento ambulatorial, de nutrição e medicamentos, tratamento home care e o que mais a equipe médica do hospital solicitar”.

Veja também

Amazonas receberá cota extra de vacinas para frear pandemia
Coronavírus

Amazonas receberá cota extra de vacinas para frear pandemia

Avião com doses da vacina de Oxford, produzida na Índia, chega ao Rio
Coronavírus

Avião com doses da vacina de Oxford, produzida na Índia, chega ao Rio