Transportes escolares são atingidos por tiros em Tamandaré

Caso aconteceu na noite desta quinta-feira. Nenhum suspeito foi preso.

101 dalmatas101 dalmatas - Foto: Divulgação

Dois ônibus de transporte escolar foram atingidos por tiros, na noite dessa quinta-feira (6), em Tamandaré, no Litoral Sul pernambucano.

De acordo com o 10º Batalhão da Polícia Militar, o primeiro caso ocorreu por volta das 19h40, na PE-96, próximo ao Engenho Coqueiro. O veículo se deslocava sentido Palmares quando dois homens numa motocicleta exigiram que o motorista parasse em um acostamento. Como o motorista descumpriu a ordem, os suspeitos dispararam tiros contra o ônibus, chegando a furar o pneu dianteiro. Segundo a PM, o condutor conseguiu chegar ao Distrito de Saué (Usina Santo André). Um dos alunos foi socorrido ao Hospital de Palmares, com suspeita de fratura na perna, devido ao alvoroço dos alunos. Nenhum suspeito foi preso até o momento.

Já o outro caso ocorreu por volta das 23h, também na PE-96, em Tamandaré, nas proximidades do Engenho Canoinha. Ao sair da cidade, o motorista de um ônibus escolar percebeu que estava sendo seguido por um veículo, quando o carro, um palio preto, de placa KLH -4178, ultrapassou o ônibus e efetuou disparos determinando que o coletivo parasse.

Com a abordagem, os homens entraram no ônibus e roubaram os pertences dos estudantes. A PM não chegou aos suspeitos, mas recuperou o carro em Água Preta e alguns pertences dos estudantes, como cadernos, celulares, bolsas, relógios, documentos, várias capas de celulares e muitos chips. Além disso, foram encontradas cinco munições.

"Os suspeitos ainda usaram um extintor para o pó esconder as digitais", detalhou o tenente-coronel do 10ºBPM, Alexandre Menezes. Procurado pela Folha, o Batalhão de Polícia Rodoviária (BPRv) informou que nenhum ocorrência chegou ao departamento até o momento.

Veja também

Psoríase: dermatologista alerta para tratamento da doença
Doença de pele

Psoríase: dermatologista alerta para tratamento da doença

Operação Ábdito da PF apura morte de indígenas em Roraima
Investigação

Operação Ábdito da PF apura morte de indígenas em Roraima