GUERRA NA UCRÂNIA

Três jornalistas mortos e mais de 30 feridos desde o início da invasão russa

Vários repórteres ficaram feridos "por disparos intencionais do inimigo"

Bombardeio na UcrâniaBombardeio na Ucrânia - Foto: Aris Messinis / AFP

Três jornalistas morreram e mais de 30 ficaram feridos desde o início da invasão russa, em 24 de fevereiro, anunciou, nesta terça-feira (15), Ludmila Denissova, encarregada dos direitos humanos no Parlamento ucraniano. 

"Ao menos 35 jornalistas foram vítimas" das forças russas e três deles vieram a óbito, declarou Denissova em sua conta no Telegram.

O americano Brent Renauld recebeu um tiro mortal no domingo no entorno de Kiev, o jornalista ucraniano Evgueni Sakun morreu no bombardeio da torre de televisão de Kiev e o também ucraniano Viktor Duda, durantes o combates próximo sa Mikolaiv (sul do país).

Vários repórteres ficaram feridos "por disparos intencionais do inimigo", segundo a responsável, que citou suíços, tchecos, dinamarqueses e britânicos. 

"O inimigo tenta destruir a infraestrutura audiovisual ucraniana", disse, citando os ataques contra as torres de televisão de Kiev, Lutsk e Rivne.

Veja também

Acusado de planejar ato violento contra 'alvos judeus' é detido em Paris
PRISÃO PREVENTIVA

Acusado de planejar ato violento contra 'alvos judeus' é detido em Paris

Maduro acusa principal rival nas presidenciais de planejar golpe de Estado
Venezuela

Maduro acusa principal rival nas presidenciais de planejar golpe de Estado

Newsletter