DIREITOS

TRT-6 estabelece Política de Igualdade de Gênero, Raça, Diversidade e Equidade; confira

Documento cria parâmetros permanentes para tratar temas

Fachada do prédio do TRT-6, na capital pernambucanaFachada do prédio do TRT-6, na capital pernambucana - Foto: Paullo Allmeida/Folha de Pernambuco

Neste 28 de junho, data em que se comemora o Dia do Orgulho LGBTQIAP+, o Tribunal Regional do Trabalho da 6ª Região (TRT-6), no Recife, anunciou a criação da Política de Igualdade de Gênero, Raça, Diversidade e Equidade do órgão. A iniciativa dá mecanismos para que a instituição prossiga na tutela dos direitos humanos.

O documento foi aprovado, por unanimidade, na última segunda-feira (26). O texto reafirma o compromisso com ações voltadas à promoção da equidade e ao enfrentamento da discriminação. 

Princípios como a igualdade, respeito à diversidade, equidade e laicidade do estado estão entre os destaques. Ações mais práticas também foram abordadas, como, por exemplo, a atribuição da Escola Judicial de promover a inclusão dos temas nos currículos e conteúdos de suas atividades.

Posicionamento “de cara”
Durante toda esta semana, a fachada do edifício do TRT-6, situado no Cais do Apolo, região central da capital pernambucana, estará iluminada com a alternação das cores da bandeira do arco-íris, símbolo da comunidade LGBTQIAP+. Além disso, começou também nesta quarta o curso de Identidade de Gênero para os servidores do espaço.

Veja também

Fiocruz critica PL do Aborto: "Retrocesso e ameaça à saúde de mulheres e meninas"
POSICIONAMENTO

Fiocruz critica PL do Aborto: "Retrocesso e ameaça à saúde de mulheres e meninas"

Exército de Israel diz que Hamas não pode ser destruído e expõe divergências com Netanyahu
GUERRA

Exército de Israel diz que Hamas não pode ser destruído e expõe divergências com Netanyahu

Newsletter