Trump anuncia 'suspensão temporária' de imigração aos EUA por coronavírus

Segundo ele, o motivo é a pandemia, que já matou 42 mil nos Estados Unidos

Donald TrumpDonald Trump - Foto: Mandel Ngan/AFP

O presidente americano, Donald Trump, informou nessa segunda-feira (20) que vai "suspender temporariamente" a imigração para os Estados Unidos, devido à pandemia do novo coronavírus. "Diante do ataque deste inimigo invisível e da necessidade de se proteger os empregos dos nossos grandiosos cidadãos americanos, vou firmar um decreto para suspender a imigração aos Estados Unidos", escreveu o presidente no Twitter.

A pandemia - que já deixou 167 mil mortos no planeta, sendo 42 mil nos Estados Unidos - provoca um severo impacto econômico e desde meados de março levou à demissão de 22 milhões de americanos, segundo as solicitações de auxílio desemprego.

Esta situação de desaceleração global joga contra o planos de Trump, que tentará permanecer no cargo nas eleições de novembro.

Trump, que fez do combate à imigração ilegal uma de suas bandeiras, fechou um polêmico acordo com o México para que os solicitantes de asilo nos EUA permaneçam naquele país enquanto se analisa o pedido, e forçou acordos migratórios com El Salvador, Honduras e Guatemala.

Estes pactos com os países da América Central - muito criticados por organizações de defesa dos direitos humanos - conseguiram reduzir o número de pessoas detidas na fronteira de 144 mil em maio de 2019 para 33 mil em março passado.

O líder da Liga de Congressistas Latinos, Joaquín Castro, reagiu ao anúncio afirmando que "esta ação não é apenas uma tentativa de desviar a atenção do fracasso de Trump em deter a epidemia e salvar vidas, mas também um gesto autoritário que aproveita a crise para promover uma agenda contra a imigração".

Além de sua linha dura contra a imigração irregular, Trump também busca limitar a entrada de imigrantes legais nos Estados Unidos.

Acompanhe a cobertura em tempo real da pandemia de coronavírus

 

 

Veja também

Amazonas receberá cota extra de vacinas para frear pandemia
Coronavírus

Amazonas receberá cota extra de vacinas para frear pandemia

Avião com doses da vacina de Oxford, produzida na Índia, chega ao Rio
Coronavírus

Avião com doses da vacina de Oxford, produzida na Índia, chega ao Rio