EUA

Trump paga fiança de US$ 175 milhões em caso de fraude fiscal

Uma semana atrás, um tribunal de apelações de Nova York aliviou a pressão financeira sobre o bilionário

Donaldo TrumpDonaldo Trump - Foto: Charly Triballeau/AFP

O ex-presidente Donald Trump pagou uma fiança de US$ 175 milhões (R$ 884 milhões) nesta segunda-feira (1º) perante a Justiça dos Estados Unidos, para evitar o embargo de suas propriedades após ter sido condenado em um caso de fraude financeira, segundo documentos judiciais.

Trump tinha até quinta-feira para entregar a fiança neste caso, para o qual ele apresentou um recurso. Aspirante a retornar à Casa Branca nas eleições de novembro, o ex-presidente terá que enfrentar a partir de 15 de abril outro processo judicial, neste caso penal, por supostamente ter pago US$ 130 mil (R$ 657 mil) a uma ex-estrela pornô em troca de seu silêncio no final da campanha eleitoral de 2016.

Uma semana atrás, um tribunal de apelações de Nova York aliviou a pressão financeira sobre o bilionário republicano ao reduzir a fiança para US$ 175 milhões.

"Respeito profundamente a decisão do tribunal de apelações e pagarei 175 milhões de dólares [...] muito rapidamente, dentro de dez dias", reagiu na época o candidato presidencial republicano.

Em meados de fevereiro, Donald Trump foi multado em US$ 454 milhões (R$ 2,29 bilhões) junto com seus filhos Eric e Don Jr. por fraude financeira dentro de seu império imobiliário, a Trump Organization.

Eles foram acusados de inflar seus ativos ao longo da década de 2010 para obter empréstimos mais favoráveis dos bancos.

Veja também

Pernambuco é o único estado do Brasil a reduzir o desmatamento da Caatinga
Meio Ambiente

Pernambuco é o único estado do Brasil a reduzir o desmatamento da Caatinga

Em Kiev, ucranianos adotam "modo de vida normal" e evitam falar da guerra
mundo

Em Kiev, ucranianos adotam "modo de vida normal" e evitam falar da guerra

Newsletter