EUA

Trump reaparece após 12 dias e desafia Biden para outro debate e uma partida de golfe

Ex-presidente republicano voltou à carga contra democratas, mas ainda não anunciou seu candidato à vice-presidência

Debate entre Biden e TrumpDebate entre Biden e Trump - Foto: Christian Monterrosa/AFP

A campanha de Joe Biden e Kamala Harris vem acusando Donald Trump há dias de ter abandonado a atividade eleitoral e se dedicado apenas a jogar golfe.

Na terça-feira (9), ele voltou aos holofotes e o fez precisamente em seu resort de golfe em Doral, na Flórida. Além de suas habituais mentiras, o ex-presidente dividiu seus ataques entre o atual mandatário dos Estados Unidos e sua vice e desafiou o democrata para outro debate esta semana e para jogar uma partida de golfe de 18 buracos.

“Joe Biden não tem tempo para as palhaçadas de Donald Trump”, ele está ocupado liderando os EUA e defendendo o mundo livre — respondeu um porta-voz da campanha do presidente em nota.

Trump está cutucando a ferida democrata. Com exageros, mentiras e seu mais puro estilo desbocado, ele recriou o debate da CNN de 27 de junho e suas consequências.

— O Partido Democrata de esquerda radical está mergulhado no caos e passando por um colapso total porque não consegue decidir qual de seus candidatos é mais inadequado para ser presidente: o sonolento e corrupto Joe Biden ou a cacarejante Kamala — atacou ele. — Apesar de todo o pânico democrata nesta semana, a verdade é que não importa quem eles nomeiem, porque nós vamos derrotar qualquer um deles em uma vitória esmagadora e este novembro será incrível.

Trump, que criticou o papel de Harris na luta contra a imigração ilegal, também acusou a vice-presidente de ser "socialista" e "comunista", dois rótulos rejeitados pelo eleitorado americano.

O magnata ainda procurou desqualificar paralelamente seus dois possíveis rivais de 5 de novembro.

— Independentemente do que se possa dizer sobre o corrupto Joe Biden, é preciso dar a ele o crédito por uma decisão brilhante, provavelmente a decisão mais inteligente que ele já tomou. Ele escolheu Kamala Harris como vice-presidente. Não, foi brilhante. Porque foi uma apólice de seguro. Talvez a melhor apólice de seguro que eu já vi — disse Trump aos apoiadores. — Se Joe tivesse escolhido alguém minimamente competente, eles o teriam expulsado do cargo anos atrás, mas não podem porque ela tem que ser sua segunda opção.

Novo debate

Trump desafiou o presidente.

— Como vocês sabem, em nosso recente debate, e para crédito de todos vocês, eu dei a Joe Biden, mesmo de acordo com a mídia de notícias falsas, a derrota mais decisiva e esmagadora de todos os debates presidenciais. Acho que o público que estava assistindo era enorme. Foi um dos programas de maior audiência da televisão, por isso me sinto honrado por fazer parte disso — declarou aos participantes do comício. — Até a CNN disse, quando eu estava saindo do palco, que foi uma das melhores performances que eles já tinham visto. Se vocês querem saber a verdade, nossa vitória foi tão absoluta que o próprio partido de Joe agora quer que ele jogue a toalha e entregue a Presidência depois de uma única aparição de 90 minutos. Eles querem o corrupto Joe fora da disputa. É uma pena a forma como o estão tratando, mas não sinta pena dele. Ele é um cara muito ruim.

Biden e Trump estão agendados para outro debate em 10 de setembro na ABC, mas Trump, um valentão adulto, saiu na frente e desafiou o presidente para outro debate imediato.

— Esta noite, estou oficialmente oferecendo a Joe uma chance de se redimir na frente do mundo inteiro — provocou. — Vamos realizar outro debate esta semana para que o sonolento Joe Biden possa provar a todos que ele tem o que é preciso para ser presidente, mas desta vez será de homem para homem, sem moderadores, sem barreiras. Basta escolher a hora e o local.

O ex-presidente também relembrou o confronto do primeiro debate sobre as habilidades dos dois homens no golfe, um dos momentos mais amigáveis da transmissão, embora a discussão tenha sido um pouco infantil.

— Ele não consegue acertar uma bola a 50 jardas [46 metros] — disse Trump sobre Biden, depois de se gabar de seus troféus. —

Biden não deixou por menos:

— Ficarei feliz em jogar com você se você carregar sua própria bolsa [com tacos] — respondeu o presidente.

Partida de golfe

A provocação de Trump soou um pouco como quando Elon Musk desafiou Mark Zuckerberg para uma luta corpo a corpo no ringue.

— Desafio oficialmente o “Joe Corrupto” para uma partida de golfe de 18 buracos aqui mesmo — disse ele. — Será um dos eventos esportivos mais assistidos da história, talvez maior do que a Ryder Cup [competição bienal de golfe por equipes entre Europa e EUA] ou até mesmo o Masters[um dos quatro principais campeonatos de golfe profissional dos EUA], e vou dar a Joe Biden uma vantagem de 10 tacadas (...) e, se ele vencer, darei um milhão de dólares à instituição de caridade de sua escolha, qualquer instituição de caridade que ele quiser. Aposto que ele não aceitará a oferta, porque ele é só conversa.

Enquanto a discórdia toma conta dos democratas, Trump se vangloria do bom momento de seu partido:

— O Partido Republicano está maior, mais forte, mais vibrante e mais unido do que nunca. Todos os dias recebemos mais americanos em nossas fileiras: afro-americanos, hispano-americanos, asiático-americanos, jovens, idosos, sindicalizados e não sindicalizados. Basicamente, todos se juntam ao nosso movimento porque é um movimento de senso comum.

O que Trump não fez foi anunciar quem será seu candidato a vice-presidente. Ele estava acompanhado no evento por Marco Rubio, um dos aspirantes. O republicano deve anunciar sua escolha na próxima semana, já que a convenção republicana começa na segunda-feira.

Resposta de Biden

A campanha de Biden foi rápida em responder ao republicano.

"Donald Trump não é visto em público há 12 dias, agora ele está convidando assassinos em série fictícios para jantar, zombando do garotinho de Marco Rubio, elogiando o arquiteto do Projeto 2025 [de transição presidencial], Tom Homan, e desafiando o presidente dos EUA a jogar golfe", disse o porta-voz da campanha, James Singer, em um comunicado. "Desafiamos Donald Trump a criar empregos, mas ele perdeu 3 milhões. Desafiamos Donald Trump a enfrentar [o presidente da Rússia, Vladimir] Putin, mas ele se ajoelhou diante dele. Desafiamos Donald Trump a seguir a lei, mas ele a infringe. Desafiaríamos Donald Trump a não destruir nosso país, mas isso é tudo o que seu Projeto 2025 pretende fazer. Joe Biden não tem tempo para as palhaçadas de Donald Trump: ele está ocupado liderando os EUA e defendendo o mundo livre. Donald Trump é um mentiroso, um criminoso condenado e uma fraude que só pensa em si mesmo, mas nós já sabíamos disso.

Veja também

Cortar o contato com a família é uma boa terapia?
saúde

Cortar o contato com a família é uma boa terapia?

'Paz ou guerra', dispara Maduro antes das presidenciais na Venezuela
venezuela

'Paz ou guerra', dispara Maduro antes das presidenciais na Venezuela

Newsletter