TSE já substituiu 964 urnas em todo Brasil

Número representa 0,019% do total de 454,4 mil urnas utilizadas no pleito deste ano

Quem não votou no 1º turno e nem justificou não fica impedido de votar no 2º turnoQuem não votou no 1º turno e nem justificou não fica impedido de votar no 2º turno - Foto: Arquivo/José Cruz/Agência Brasil

(Agência Brasil) O Tribunal Superior Eleitoral (TSE) atualizou há pouco para 964 o número de urnas eletrônicas que apresentarem defeito e precisaram ser substituídas em todo o país até as 14h. Segundo o tribunal, o número representa 0,019%  do total de 454,4 mil urnas utilizadas no pleito deste ano. Até o momento, não foram registrados locais com votação manual.

Os estados que tiveram o maior número de urnas com defeito foram Minas Gerais (252), Rio de Janeiro (123), Pernambuco (83), São Paulo (78),  Rio Grande do Sul (54), Sergipe (53), Paraná (32).  A Justiça Eleitoral também registrou uma prisão de candidato, em São Paulo, por propaganda eleitoral, que é proibida no dia da eleição. Trinta e uma pessoas foram pessoas foram presas pelo mesmo motivo.

A votação será encerrada às 17h, conforme horário local de cada região. São 147.302.357 brasileiros aptos a escolher o presidente da República, os governadores de 26 estados e do Distrito Federal, 54 senadores, 513 deputados federais, 1.035 deputados estaduais e 24 deputados distritais

Veja também

Pós-Enem: como entrar no ensino superior com a nota da avaliação
Educa Mais Brasil

Pós-Enem: como entrar no ensino superior com a nota da avaliação

Vacinas já distribuídas atendem cerca de 10% dos públicos prioritários
Coronavírus

Vacinas já distribuídas atendem cerca de 10% dos públicos prioritários