Uber deverá rodar no Carnaval de Olinda

Empresa ofereceu patrocínio de R$ 1,2 milhão para buscar e levar passageiros aos focos da folia

Motoristas do app podem passar pelos pontos de bloqueio desde que estejam em deslocamento por passageirosMotoristas do app podem passar pelos pontos de bloqueio desde que estejam em deslocamento por passageiros - Foto: Alfeu Tavares/ Arquivo Folha

A empresa de transporte particular Uber está em vias de fechar um patrocínio de R$ 1,2 milhão para o Carnaval de Olinda. A confirmação deve acontecer até a próxima terça-feira (30), prazo limite para os acertos jurídicos da parceria. A participação no custeio da folia na cidade garantirá a circulação dos motoristas do aplicativo durante a festa. Na última semana, o presidente da Câmara de Vereadores do município, Jorge Federal (PR), chegou a pedir à prefeitura que barrasse a entrada dos veículos do app em nome da mobilidade e segurança nos focos de folia.

Leia também:
Vereador pede que Prefeitura de Olinda proíba Uber e similares no Sítio Histórico durante o Carnaval
Justiça libera Uber, Cabify e 99 para atuar com carros de fora de São Paulo


O secretário de Cultura de Olinda, Gilberto Sobral, atestou que a Uber está negociando com a prefeitura e já enviou a carta de intenção sobre o patrocínio. São esperados agora documentos adicionais para fechar o compromisso financeiro. O gestor contou que quando isso estiver concretizado a empresa poderá se fazer presente na festa tanto com anúncios como com a presença dos veículos no corredor exclusivo de transporte, que em anos anteriores era ocupado por táxis e veículos credenciados. “Como qualquer patrocinador do Carnaval ela (Uber) pode utilizar o seu produto na festa. Tem licença. No caso, se concretizando o patrocínio da Uber, como se fosse qualquer outro aplicativo, ela vai ter autorização para poder circular em viagem”, disse.

Gilberto Sobral explicou que os veículos do aplicativo só terão acesso nos bloqueios se comprovarem que estão em trânsito para pegar ou deixar passageiros. “Ele não vai poder ficar parado, nem vai poder entrar no bloqueio se não estiver atendendo passageiro”, reforçou. Segundo o gestor, a proposta apresentada pela empresa garante uma “fila virtual” de carros em áreas no entorno da cidade que pode ser acionada. Com relação à hora da chamada do veículo, o aplicativo orientará o usuário a se aproximar mais das saídas do foco de folia no momento em que for acionada a corrida.

Sobre a querela com os taxistas, Sobral apontou que o espaço deles se mantém e com alguns incrementos. “O táxi tem acesso a todos os bloqueios com ou sem passageiro. Eles vão ter pontos de apoio na cidade com salas climatizadas para o passageiro esperar e o taxista aguardar também”, antecipou.

A Uber informou que “com transparência e legalidade manifestou interesse em patrocinar o Carnaval de Olinda e colocá-la no centro do compromisso da plataforma com o futuro das nossas cidades, da mesma forma que está fazendo no Rio de Janeiro e em Belo Horizonte”.

Taxistas classificam mudança como desleal
“Desleal.” Foi como classificou o presidente do Sindicato dos Taxistas, Everaldo Menezes, sobre a liberação da entrada de motoristas do Uber, durante o carnaval de Olinda. O sindicato está estudando as medidas que vão ser tomadas após essa decisão da Prefeitura de Olinda.

“É um absurdo essa decisão. Totalmente desleal para a categoria dos taxistas. Como é que os órgãos públicos não enxergam os riscos e perigos de liberarem a entrada de carros que atuam de forma irregular?”, disparou Everaldo. De acordo com o presidente do Sindicato, o que deixa os profissionais mais revoltados é o fato de que em anos anteriores apenas táxis do município de Recife eram aceitos em Olinda.

“Taxistas de cidades próximas como Paulista e São Lourenço, por exemplo, não podem entrar nesses pontos de circulação, e agora vão liberar os carros irregulares. Nós vemos muito prejuízo para os taxistas olindenses”, avaliou Menezes. Desde que o Uber passou a atuar no Estado, a categoria tem se queixado de queda na renda dos taxistas.

Questionado sobre ações que equiparem a concorrência com o Uber, o Sindicato dos Taxista de Pernambuco alegou que já tem feito melhorias desde a prestação de serviço, com treinamento dos motoristas, até os descontos nas corridas. “A diferença principal entre o Uber e o táxi, é o valor das corridas, e nós estamos trabalhando com descontos. Fora isso, nosso atendimento e os carros que circulam nas cidades é muito melhor”, disse.

Veja também

Astronauta estadunidense vota do espaço
Eleições EUA

Astronauta estadunidense vota do espaço

GOL e Cobasi fazem ação conjunta para quem viajar com animais de estimação
Folha Pet

GOL e Cobasi fazem ação conjunta para quem viajar com animais de estimação