GUERRA NO ORIENTE MÉDIO

UE faz apelo a Israel por fim imediato da operação militar em Rafah

Borrell também pediu a Israel que evite exacerbar ainda mais a já grave situação humanitária em Gaza

Acampamento palestino em Rafah, na Faixa de GazaAcampamento palestino em Rafah, na Faixa de Gaza - Foto: Said Khatib/AFP

A União Europeia (UE) fez um apelo urgente nesta quarta-feira a Israel para que interrompa imediatamente as operações militares em Rafah, por considerar que as ações geram "mais deslocamentos internos, exposição à fome e sofrimento humano" na Faixa de Gaza.

"A União Europeia pede a Israel que cesse imediatamente sua operação militar em Rafah", afirma em um comunicado o chefe da diplomacia do bloco, Josep Borrell.

A nota acrescenta que a operação "está prejudicando ainda mais a distribuição de ajuda humanitária" no sul de Gaza.

"Se Israel continuar com a operação militar em Rafah, inevitavelmente vai provocar uma grande tensão na relação da UE com Israel", completa o comunicado.

Borrell também pediu a Israel que evite exacerbar ainda mais a já grave situação humanitária em Gaza e que o país reabra a passagem de fronteira de Rafah.

"Embora a UE reconheça o direito de defesa de Israel, deve fazê-lo de acordo com o Direito Humanitário Internacional e proporcionar segurança aos civis", afirmou.

Segundo Borrell, Israel "deve permitir e facilitar a passagem de ajuda humanitária para os civis" na região.

O secretário-geral da ONU, Antonio Guterres, está "horrorizado" com a atividade militar israelense em Rafah, afirmou seu porta-voz.

Veja também

Valdemar afirma ter sido comunicado por Tarcísio sobre filiação ao PL: 'Ele vem antes das eleições'
troca de partido

Valdemar afirma ter sido comunicado por Tarcísio sobre filiação ao PL: 'Ele vem antes das eleições'

Buscas ao presidente prosseguem no Irã após acidente de helicóptero
Acidente

Buscas ao presidente prosseguem no Irã após acidente de helicóptero

Newsletter