União Europeia

UE não busca "escalada" de tensão com a China, diz embaixador europeu

Nicolas ChapuisNicolas Chapuis - Foto: Reprodução/Wikidata

A União Europeia (UE) não quer uma "escalada" de tensão com a China, após sanções recíprocas sobre a questão da minoria muçulmana uigur, disse o embaixador do bloco na China nesta sexta-feira(7). 

Em março, Bruxelas sancionou autoridades chinesas acusadas de reprimir essa minoria na região de Xinjiang (noroeste). 

Pequim respondeu impondo sanções a personalidades europeias, incluindo vários deputados e professores. 

Essa tensão ameaça a ratificação de um acordo de investimentos entre a UE e a China fechado no final de 2020. 

 

Mas o embaixador Nicolas Chapuis quis ser otimista. "Não estamos procurando uma escalada, mas nada impedirá a UE de dizer o que quer, em qualquer parte do mundo", disse ele em entrevista coletiva. 

Apesar das tensões, os contatos de alto nível continuam entre a China e os países do bloco e Pequim "parece querer continuar o diálogo", disse o embaixador. 

Chapuis reconheceu que as sanções chinesas aos parlamentares europeus não vão ajudar na ratificação do acordo, mas garantiu que o processo está avançando com o Ministério do Comércio chinês na redação do texto final do tratado. 

Veja também

Pernambuco recebe mais 310 mil doses de vacinas da Astrazeneca/Fiocruz
Vacina

Pernambuco recebe mais 310 mil doses de vacinas da Astrazeneca/Fiocruz

Pernambuco registra 964 novos casos da Covid-19 e 38 mortes
Coronavírus

Pernambuco registra 964 novos casos da Covid-19 e 38 mortes