UFPE: 80% aderem à greve, diz sindicato

Historicamente, a pós-graduação dificilmente entrava em paralisação

Bandeira da Alemanha foi exibida durante homenagemBandeira da Alemanha foi exibida durante homenagem - Foto: Divulgação

 

A quarta-feira (16) foi o primeiro dia útil da greve por tempo indeterminado dos professores dos três campi da UFPE. Segundo a Associação dos Docentes (Adufepe), 80% da instituição ficou paralisada, tanto na graduação quanto na pós-graduação. Além desses profissionais, estudantes e servidores técnico-administrativos também participam da mobilização, que envolve a ocupação de 11 prédios da universidade no Recife, em Caruaru, no Agreste, e em Vitória de Santo Antão, na Mata Sul. Cerca de 43 mil discentes estão sem aulas.
“Historicamente, a pós-graduação dificilmente entrava em paralisação. Os professores da pós não paravam, mas com o movimento das ocupações, a entrada do aluno da pós também está comprometida. Nós temos alguns centros que continuam funcionando e não têm ocupação, parte dos professores ainda dão aula, como é o caso do CTG, CCSA, CIN e CCN”, elenca Augusto Barreto, presidente da Adufepe.
De acordo com o balanço da assessoria de imprensa da UFPE, os prédios ocupados são os centros acadêmicos de Vitória (CAV), do Agreste (CAA), de Filosofia e Ciências Humanas (CFCH), de Artes e Comunicação (CAC), de Educação (CE) e de Biociências (CB), além da FDR e do Núcleo de Educação Física e Desportos (NEFD), do Departamento de Enfermagem e dos Núcleos Integrados de Atividades de Ensino (Niates) CB-CCS e CFCH-CCSA. A última greve de professores da UFPE aconteceu em 2012 e durou quatro meses.
Hoje, a Adufepe se reúne para montar uma agenda diária de mobilizações, assembleias e atividades. Um debate com a reitoria da universidade será feito em breve, mas a data não está confirmada.

A principal reivindicação é a democratização dos espaços deliberativos da universidade, ou seja, mais participação dos estudantes nas decisões universitárias. Eles também pedem por paridade entre professores, alunos e técnicos no conselho universitário, restaurante universitário nos três campi, reabertura da casa do estudante masculina do Recife, entre outros pontos.

 

Veja também

Pastor e fiel morrem por afogamento após batismo em represa da Grande SP
Tragédia

Pastor e fiel morrem por afogamento após batismo em represa da Grande SP

Nasa anuncia descoberta inédita de água na superfície da Lua iluminada pelo Sol
Descoberta espacial

Nasa anuncia descoberta inédita de água na superfície da Lua iluminada pelo Sol