Educação

Candidatos de medicina da UFPE no Recife que estudaram e moram em PE terão bônus de 10% no Enem

Nos últimos quatro anos, o curso de Medicina do Campus Recife apresentou um percentual médio de ocupação das vagas acima de 49% por estudantes de outros estados

Campus Recife da UFPECampus Recife da UFPE - Foto: Divulgação/UFPE

A Universidade Federal de Pernambuco (UFPE) anunciou bônus de 10% na nota do Enem para candidatos interessados no curso de Medicina no Campus Recife que cursaram todo o Ensino Médio em Pernambuco e moram no Estado.

A resolução aprovada pela instituição fixa critérios de inclusão regional e pretende estimular o acesso aos estudantes que residem e que tenham estudado em escolas regulares e presenciais em Pernambuco. A medida foi aprovada em reunião do Conselho de Ensino, Pesquisa e Extensão (Cepe).

O Argumento de Inclusão Regional consiste em um acréscimo de 10% na nota final do Enem para efeito de classificação no Sistema de Seleção Unificada (Sisu) na UFPE. O sistema de bônus já era utilizado para todos os cursos dos campi de Vitória de Santo Antão e Caruaru. 

 

Nos últimos quatro anos, o curso de Medicina do Campus Recife apresentou um percentual médio de ocupação das vagas acima de 49% por estudantes de outros estados, o que levou à necessidade de estender o bônus de inclusão regional também para essa graduação na unidade da capital pernambucana, segundo a universidade.

Para o reitor Alfredo Gomes, a medida é muito importante para a área médica. “Trata-se de um bônus de caráter regional para fortalecer a presença dos estudantes pernambucanos no nosso curso de Medicina do Campus Recife”, destaca, lembrando que o argumento incide sobre a ampla concorrência e o sistema de cotas permanece intacto. 

O sistema será mantido no Sisu para ingresso na UFPE da seguinte forma, de acordo com a UFPE: para os cursos de Vitória e Caruaru, aos candidatos que tiverem cursado e concluído todo o Ensino Médio em escolas regulares e presenciais das mesorregiões da Zona da Mata Pernambucana e do Agreste Pernambucano (de acordo com o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística) e que residam nessas regiões; para o curso de Medicina do Campus Recife, aos candidatos que tiverem cursado e concluído todo o Ensino Médio em escolas regulares e presenciais no Estado de Pernambuco e que nele residam.

Os candidatos que forem possíveis beneficiários tanto do argumento de inclusão regional, previsto na resolução, quanto da política de reserva de vagas definida na Lei de Cotas para o Ensino Superior (lei 12.711/2012), deverão optar, no ato da inscrição, por uma dessas duas ações afirmativas, não sendo permitida a sua aplicação cumulativa.

Veja também

Nomeação de Trump à Suprema Corte testa apoio de republicanos para redesenhar campanha
EUA

Nomeação de Trump à Suprema Corte testa apoio de republicanos para redesenhar campanha

Encontro virtual debate envelhecimento saudável
Cidades Algomais

Encontro virtual debate envelhecimento saudável