ACORDO

UFPE pode pedir reintegração de posse na Justiça

A universidade anunciou que entrará com o pedido caso os estudantes decidam por continuar ocupando os prédios

A deputada federal Luciana Santos (PCdoB), vice-governadora eleita, questionou a institucionalidade do encontroA deputada federal Luciana Santos (PCdoB), vice-governadora eleita, questionou a institucionalidade do encontro - Foto: Paullo Allmeida/Folha de Pernambuco

 

Depois de mais de um mês com suas atividades interrompidas, a Universidade Federal de Pernambuco (UFPE) pode estar na iminência de ver seus prédios desocupados. É a expectativa da Reitoria, expressa em nota publicada no site oficial da universidade na última quarta-feira (30). A instituição solicita aos participantes das ocupações que, até 17h de amanhã, cumpram uma cláusula do protocolo consolidado na última segunda-feira, subscrito por Ministério Público Federal (MPF), Defensoria Pública da União (DPU), Polícia Militar (PM) e pela Rede Juristas pela Democracia.

A cláusula quarta define que “o diálogo deve priorizar o máximo possível a compatibilidade entre o direito de livre manifestação dos estudantes e o respeito a funcionalidades dos prédios ocupados”. Caso os estudantes decidam por continuar ocupando os prédios, a universidade anunciou que entrará com um pedido de reintegração de posse na Justiça. Por parte das ocupações, porém, ainda não há posicionamento a respeito desse protocolo, ou mesmo da eventual liberação dos prédios nos campi da UFPE.

 

Veja também

Professora da Unicap é acusada de racismo
Racismo

Professora da Unicap é acusada de racismo

Homem é condenado a pagar 15 salários mínimos por maltratar cães em MG
animais

Homem é condenado a pagar 15 salários mínimos por maltratar cães em MG