UFRPE faz campanha para ajudar pessoas em situação de rua

Campanha angaria recursos para a compra de donativos que serão repassados para a ação #TodosPelaRua

"Marmita Solidária", ação do #TodosPelaRua"Marmita Solidária", ação do #TodosPelaRua - Foto: Rafael Araújo/Cortesia

A Universidade Federal Rural de Pernambuco (UFRPE) mobilizou estudantes, professores e demais funcionários para atuar em uma campanha focada em ajudar pessoas em situação de rua durante a pandemia da Covid-19. Chamado de “Ruralinda Solidária”, o grupo angaria recursos para a compra de insumos alimentares e materiais de limpeza e higiene pessoal. Esses produtos serão entregues à ação #TodosPelaRua, que já está atuando em áreas do Recife.

Obedecendo às medidas de distanciamento social, a campanha, que nasceu a partir de iniciativa da reitora e do vice-reitor da UFRPE, Maria José de Sena e Marcelo Carneiro Leão, respectivamente, é executada via videoconferência, e as doações podem ser feitas mediante transferência bancária ou vaquinha online.

Leia também:
Prefeitura do Recife lista aplicativos e sites didáticos para estudantes
Idosa de 97 anos tem cura clínica de Covid-19 no Recife
Site reúne apenas notícias boas sobre o novo coronavírus


A compra dos produtos será realizada de acordo com as necessidades que forem sendo passadas pelos organizadores do #TodosPelaRua. A ideia é que essas compras aconteçam em comércios de pequeno e médio porte, incluindo os localizados nos arredores da UFRPE, como forma de também ajudá-los.

A preferência será pelos serviços que façam entrega, visando a diminuir o fluxo de pessoas nas ruas. Dessa forma, a lista de produtos seria passada para o comerciante, que faria a entrega diretamente para o #TodosPelaRua.

Professores, alunos e funcionários da instituição ajudam a divulgar a ação em suas redes sociais. A campanha começou a ser compartilhada no fim da tarde dessa terça-feira (31) e, em menos de 24 horas, já arrecadou em torno de R$ 4 mil.

O #TodosPelaRua é uma ação do coletivo Unificados pela População em Situação de Rua, que existe desde 2016 e reúne diferentes projetos que têm a mesma finalidade: ajudar pessoas em situação de vulnerabilidade.

"Com essa pandemia, os grupos tiveram uma queda de voluntariado pelo medo de sair à rua. Muitas pessoas que atuam são de grupo de risco ou moram com pessoas que são de grupo de risco. Então ,resolvemos fortalecer o Unificados”, explica Rafael Araújo, um dos organizadores.

Um total de 30 projetos estão unidos no trabalho, com 150 voluntários na rua e outros dando suporte na divulgação de campanhas e arrecadação dos donativos. Desde o último dia 24, o grupo começou a ação “Marmita Solidária”, no Armazém do Campo, próximo à rua do Imperador, no bairro de Santo Antônio, Centro do Recife. São distribuídas 500 marmitas pela manhã e outras 500 à noite, diariamente. “Estamos começando a nos organizar para aumentar para 700 em cada turno, de forma que possamos distribuir nesse ponto e fazer uma ronda em outros bairros que também têm pessoas em situação de rua”, adianta Rafael.

Em parceria com o Governo do Estado, o Unificados administra também uma ação para as pessoas em situação de rua tomarem banho, no Armazém 14, no Bairro do Recife. E, em breve, deve iniciar outra parceria, dessa vez para lavagem de roupas. “Estamos procurando parcerias como essas, pois quanto mais ajuda, melhor”, diz Rafael.

Campanha Ruralinda Solidária

Dados para transferência bancária:
Banco do Brasil
Agência: 0233-X
Conta-poupança: 65362-4
Variação: 51
CPF: 009.770.174-27
Titular: Roberto de Albuquerque Melo

Vaquinha online
www.vakinha.com.br/vaquinha/ruralinda-solidaria

Acompanhe a cobertura em tempo real da pandemia de coronavírus

 

Veja também

Grupo suspeito de furtar caixas eletrônicos em Maceió é detido no Grande Recife
FLAGRANTE

Grupo suspeito de furtar caixas eletrônicos em Maceió é detido no Grande Recife

Anvisa encerra análise de pedido de uso emergencial da Covaxin
SAÚDE

Anvisa encerra análise de pedido de uso emergencial da Covaxin