EUA

Um Biden emocionado vai para Washington na véspera da posse

Biden tomará posse como 46º presidente dos Estados Unidos ao meio-dia desta quarta-feira (20), substituindo o republicano Donald Trump

O presidente eleito dos EUA, Joe BidenO presidente eleito dos EUA, Joe Biden - Foto: JIM WATSON / AFP

Enxugando as lágrimas, o presidente eleito dos EUA, Joe Biden, despediu-se emocionado de seu estado natal, Delaware, na terça-feira (19), antes de seguir para Washington na véspera de sua posse.

"É profundamente pessoal que nossa jornada para Washington comece aqui", disse Biden depois de esfregar um dos olhos enquanto se dirigia a dezenas de convidados em uma base da Guarda Nacional chamada em homenagem a seu falecido filho Beau.

"Só lamento que ele não esteja aqui", disse Biden, referindo-se a Beau, que morreu de câncer em 2015. "Porque deveríamos estar o apresentando como presidente."

Biden tomará posse como 46º presidente dos Estados Unidos ao meio-dia de quarta-feira, substituindo o republicano Donald Trump, cuja caótica presidência de quatro anos deixou a população americana profundamente dividida.

O democrata de 78 anos também abordou sua própria mortalidade - uma direção incomum, visto que ele está prestes a assumir o comando da nação mais poderosa do mundo.

"Desculpe a emoção", disse Biden, fazendo uma pausa em suas palavras enquanto se recompunha. "Mas quando eu morrer, Delaware estará escrito em meu coração."

Biden mencionou a natureza histórica da eleição e como Kamala Harris, uma mulher negra de descendência sul-asiática, será empossada como vice-presidente 12 anos após Biden assumir o cargo de vice-presidente de Barack Obama, o primeiro presidente negro do país.

"Não me diga que as coisas não podem mudar. Elas podem, e mudam", disse Biden. "Isso é a América. Isso é Delaware."

Veja também

Saúde autoriza recursos para 3,2 mil leitos de UTI
Coronavírus

Saúde autoriza recursos para 3,2 mil leitos de UTI

Joe Biden promete vacinas eficazes para todos os adultos nos EUA antes do final de maio
Vacina

Joe Biden promete vacinas eficazes para todos os adultos nos EUA antes do final de maio