Pernambuco

Uma morte é registrada e 50 famílias ficam desalojadas com chuvas na Mata Sul e Agreste

A morte ocorreu no município de Bom Conselho, no Agreste

Usina Santa Tereza, distrito de Água Preta. Usina Santa Tereza, distrito de Água Preta.  - Foto: Redes sociais/WhatsApp

O Agreste e a Mata Sul de Pernambuco registraram, nesta quinta-feira (16), fortes chuvas, que causaram uma morte e deixaram 50 famílias desalojadas.

Uma senhora, de idade e nome não divulgados, morreu em decorrência de um desabamento de uma residência na zona rural de Bom Conselho, cidade do Agreste que fica a 282 km do Recife.

Além da morte registrada, 50 famílias ficaram desalojadas na comunidade localizada na Usina Santa Teresa, no município de Água Preta, Mata Sul de Pernambuco. 

As chuvas também causaram danos na comunidade de Várzea do Una, em São José da Coroa Grande. O rio Jacuípe e os pequenos afluentes do rio Una, na cidade de Barreiros, inundaram algumas casas em Santa Gorete e Lotes. 

 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 

A post shared by Folha de Pernambuco (@folhape)

Municípios como São José da Coroa Grande, Água Preta, Xexéu e Palmares registraram índices entre 80 a 150 mm de chuvas.

As chuvas, contudo, devem reduzir neste fim de semana, segundo informou a Defesa Civil de Pernambuco. 



“De acordo com o plantão da Apac, as chuvas nessas regiões devem permanecer na classificação de moderada, com tendência a diminuírem durante a noite e dissipar-se até amanhã. Na RMR, a previsão é de chuvas fracas”, alertou a Defesa Civil de Pernambuco. 

Veja também

Alimentos úmidos: mais hidratação e nutrição na dieta de um pet
Folha Pet

Alimentos úmidos, como sachês e patês, fornecem mais hidratação e nutrição

Rússia quer conectar usina de Zaporizhzhia à Crimeia, diz operador ucraniano
Guerra

Rússia quer conectar usina de Zaporizhzhia à Crimeia, diz operador ucraniano