caso de Jeff Machado

Uma semana antes de morrer Jeff Machado confidenciou à mãe que estranhou comportamento de Bruno

Maria das Dores contou que o filho desconfiava das promessas do produtor de TV apontado pela polícia como autor do crime

Jeff Machado com Bruno Rodrigues Jeff Machado com Bruno Rodrigues  - Foto: Reprodução/ Instagram

Diariamente o ator Jeff Machado, assassinado dentro da própria casa em 23 de janeiro, conversava com a mãe Maria das Dores Machado, de 73 anos, para contar detalhes do andamento da negociação de um novo papel na novela. Uma semana antes do crime, em 15 de janeiro, Jeff ligou para a mãe e confidenciou que o amigo Bruno Rodrigos, apontado pela polícia como principal suspeito da morte, estava “muito estranho” com o artista.

— Jeff me ligou no dia 15 de janeiro e confessou que estava aborrecido com o Bruno. Ele disse: 'Não, o Bruno está muito estranho. Eu tento falar com ele, porque tenho que fazer um MEI (Microempreendedor Individual). Ele marcou, e não veio. Eu já teria que entrar nessa novela agora — contou a mãe do ator.

Maria das Doras, na ocasião, tentou acalmar o filho, embora também já vinha desconfiando da proposta do produtor de TV. Naquela mesma semana, o ator avisou para a mãe que se as gravações da novela fossem confirmadas, ele precisaria viajar para São Paulo.

— Eu tranquilizava o Jeff. Dizia que o Bruno poderia estar ocupado e por isso não estaria respondendo. Mas coração de mãe não se engana. Sabia que tinha algo errado, mas não queria deixar meu filho preocupado, então, dava força para ele. Ele estava ansioso com a suposta viagem. No entanto, Bruno não dava retorno e também não confirmada nada — contou.

A mãe do artista disse que chegou a transferir dinheiro pela Caixa Econômica para Bruno a pedido de Jeff. Maria das Dores chegou a aconselhar o ator a conversar “seriamente com Bruno já que os valores estavam sendo pagos, mas a tal vaga na novela não saia”.

— Bruno chegou a dizer para a polícia que Jeff era bipolar e depressivo. Na verdade, ele estava tentando difamar a imagem do meu filho, fazendo a polícia acreditar que Jeff surtou e foi embora. Meu filho acreditou no Bruno. Ele falava tão bem do Bruno. E eu entendo, imagina um cara há três anos conversando com você? Jamais vamos imaginar que a pessoa que se passa como amigo está planejando te matar — desabafou a mãe do artista.

Entenda o caso
Jeff Machado foi asfixiado com um fio de metal, na própria casa, em Guaratiba, colocado em um baú e transportado para uma casa alugada em Campo Grande, também na Zona Oeste. A polícia acredita que Jeander Vinícius cavou o buraco onde o baú, com o corpo do ator Jeff Machado, foi concretado. Já Bruno é apontado como o autor do assassinato. Ele teria asfixiado a vítima com um fio de metal.

Segundo as investigações Bruno teria matado Jeff, após aplicar um golpe por motivos financeiros. A polícia identificou que Bruno conheceu Jeff no período da pandemia e que já naquela época pediu R$ 20 mil ao ator sob a promessa de um papel em novela. Os dois são acusados pelos crimes de homicídio qualificado e ocultação de cadáver.

Veja também

ONU alerta que faltam 'muitas questões a resolver' antes da COP29
COP29

ONU alerta que faltam 'muitas questões a resolver' antes da COP29

FMI aprova desembolso de US$ 800 milhões para Argentina
Argentina

FMI aprova desembolso de US$ 800 milhões para Argentina

Newsletter