UPE divulga resultado do Vestibular EAD 2017

Matrículas acontecerão entre os dias 17 e 19 de janeiro

Rodrigo Maia, Anderson Ferreira e Eduardo de Queiroz MonteiroRodrigo Maia, Anderson Ferreira e Eduardo de Queiroz Monteiro - Foto: Rafael Furtado/Folha de Pernambuco

A Universidade de Pernambuco (UPE) divulgou nesta quinta-feira (5) o resultado do Vestibular de Educação a Distância (EAD). As matrículas acontecerão entre os dias 17 e 19 de janeiro 

Lista dos Classificados
Lista dos Remanejados
Edital de Matrícula

As matrículas devem ser feitas nos polos da EAD para o qual o candidato prestou vestibular, nos seguintes horários: 8h às 12h e 13h às 17h.

A maior nota da ampla concorrência foi do candidato Sebastião Ferreira da Silva, que pontuou 79,75 na licenciatura em letras no polo de Águas Belas, no Agreste do Estado. Já entre os candidatos cotistas, a maior nota foi a da estudante Elizianne Pereira Costa, com 71,25, também em licenciatura, mas em Ciências Biológicas em Gravatá, também no Agreste.

Os candidatos aprovados com as maiores notas foram:

Ampla concorrência:

1° lugar: Sebastião Ferreira da Silva (nota 79,75) - curso: Licenciatura em Letras no Polo de Águas Belas.
2° lugar: Maurílio Mendes da Silva (nota 77,75) - curso: Administração Pública no Polo Surubim
3° lugar: José Diógenes de Oliveira Carvalho (nota 76,75) - curso: Licenciatura em Ciências Biológicas no Polo Gravatá

Ações afirmativas (cotas)
1° lugar: Elizianne Pereira Costa (nota 71,25) - curso: Licenciatura em Ciências Biológicas no Polo Gravatá
2° lugar: Catarina Pires Quirino de Sá (nota 66,50) - curso: Administração Pública no Polo Cabrobó
3° lugar: João Vitor de Sousa Barbosa (nota 64,50) - curso: Licenciatura em História no Polo Surubim.

Veja também

Grávida, Meghan Markle não acompanhará Harry ao funeral do príncipe Philip
Realeza

Grávida, Meghan Markle não acompanhará Harry ao funeral do príncipe Philip

Brasil registra 2.616 óbitos por Covid-19 em 24h e total de mortes já ultrapassa 350 mil
Coronavírus

Brasil registra 2.616 óbitos por Covid-19 em 24h e total de mortes já ultrapassa 350 mil