Usuários aprovam linha de BRT até o TI Joana Bezerra

Novo serviço teve primeira operação em dia útil nesta segunda-feira. Funcionamento foi considerado tranquilo

BRT no Terminal Integrado Joana BezerraBRT no Terminal Integrado Joana Bezerra - Foto: Henrique Genecy/Folha de Pernambuco

Passageiros aprovaram o primeiro dia útil de funcionamento da linha de ônibus 2443-EBRT BR-101/TI Joana Bezerra. O serviço passou a possibilitar uma ligação, até então inédita, entre o BRT Via Livre do Corredor Leste-Oeste e o terminal, um dos mais importantes da Capital, por onde passam quase 50 mil usuários por dia.

Apesar do trânsito carregado nesta segunda-feira (5) devido à volta às aulas e a um protesto, pela manhã, no bairro da Boa Vista, a operação da linha foi considerada tranquila pelo Grande Recife Consórcio de Transporte (GRCT).

Vários ônibus BRTs foram vistos com lotação bem abaixo da capacidade. Gestores do GRCT creem que, por ter iniciado a operação no sábado (3), a linha ainda é pouco conhecida. Divulgadores do órgão estão no ponto de embarque da 2443 no TI Joana Bezerra para orientar sobre o novo serviço.

“As pessoas com quem conversei, a maioria, disseram que pagavam duas passagens por sentido e, com a nova linha, vão pagar uma. Eram pessoas que desembarcavam no Derby e pegavam outra linha até o TI Joana Bezerra. Agora, vão direto até o terminal. A linha tem tudo para vingar”, disse o diretor de operações do GRCT, André Melibeu.

Leia mais:
Grande Recife disponibilizará oito linhas de ônibus especiais durante o Carnaval 

Para a diarista Miriam Figueiredo, 42 anos, o novo serviço foi positivo por dar uma alternativa de deslocamento. “Antes, eu ia da Caxangá até o Barro e pegava um ônibus até Cajueiro Seco. Hoje, vim da Caxangá para cá [TI Joana Bezerra] num ônibus mais rápido, com ar condicionado, e vou para Cajueiro Seco. Achei melhor”, disse.


Os irmãos Clécio e Renata Silva, de 31 e 29 anos, respectivamente, também aprovaram. “Trabalho na Caxangá e tenho que pegar o metrô para Jaboatão. Antes, descia no Derby e pegava outro ônibus para cá. Agora, descobri que tenho essa opção e gostei”, afirmou Clécio.

A nova linha está operando com cinco veículos e, à tarde, enquanto a reportagem da Folha de Pernambuco esteve no TI Joana Bezerra, teve intervalos de dez minutos. Vale lembrar que os BRTs só aceitam pagamento da tarifa com o VEM (R$ 3,20) e não param para embarque e desembarque na avenida Agamenon Magalhães, que não tem estações apropriadas.

Juntamente com o novo serviço, o GRCT fez outras modificações no fim de semana, como a extinção da linha 2460-TI Camaragibe (Príncipe) e a redução do itinerário da linha 2431-Cidade Universitária, que deixou de seguir até o Centro do Recife e passou a fazer integração temporal na estação de BRT BR-101, na avenida Caxangá.

Veja também

Classes mais altas têm maior potencial de contaminação em repique de casos, diz infectologista
Coronavírus

Classes mais altas têm maior potencial de contaminação em repique de casos, diz infectologista

Protestos contra violência policial deixam 56 mortos e fecham escolas na Nigéria
internacional

Protestos contra violência policial deixam 56 mortos e fecham escolas na Nigéria