Usuários do cartão VEM Livre Acesso devem se recadastrar

Agendamento já pode ser feito através do site ou pelo telefone

João Paulo, ex-prefeito do Recife (PT)João Paulo, ex-prefeito do Recife (PT) - Foto: Ed Machado/Folha de Pernambuco

O Grande Recife Consórcio de Transportes inicia a campanha de recadastramento dos usuários do cartão VEM Livre Acesso. O agendamento já pode ser feito através do site (www.vemlivreacesso.com.br) ou pelo telefone (81) 3125-7575.

Importante que antes de agendar, o beneficiário já esteja com toda a documentação atualizada (cédula de identidade, inscrição do Cadastro de Pessoa Física [CPF], comprovante de residência), além de laudos, declarações e/ou exames anteriores que comprovem a deficiência. Os cartões que não forem recadastrados serão cancelados. O cartão VEM Livre Acesso garante o direito de pessoas com deficiência utilizarem o Sistema de Transporte Público de Passageiros da Região Metropolitana do Recife gratuitamente. Atualmente, existem 89.624 usuários beneficiados. Ruy Rocha, presidente do Grande Recife, ressalta a importância do recadastramento, que confere mais segurança ao beneficiário e evita o uso indevido da gratuidade.

O agendamento através do site está disponível 24h por dia, e por telefone, de segunda a sábado, no horário das 07h às 19h. O recadastramento, que inicia dia 28, acontecerá de segunda a sexta, das 07h às 18h, presencialmente no endereço Av. Mascarenhas de Morais, n. 1999, Imbiribeira. A campanha terá duração de cinco meses.

A documentação obrigatória para apresentação é o próprio Cartão VEM Livre Acesso que está em uso, as originais da cédula de identidade, do Cadastro de Pessoa Física (CPF), comprovante de residência e laudos, declarações e/ou exames anteriores que comprovem a deficiência.

DIVULGAÇÃO - A divulgação da campanha de recadastramento será feita com comunicação no interior de todos os veículos do Sistema de Transporte Público da Região Metropolitana do Recife (STTP/RMR), além de spots em rádios.

PRIMEIRO CADASTRO - Aqueles beneficiários que estão realizando o cadastro pela primeira vez deverão fazer o agendamento, pelo site ou por telefone, e apresentar presencialmente toda a documentação (citada no início do texto) no endereço Av. Mascarenhas de Morais, n. 1999, Imbiribeira. Na sequência, ele deve acompanhar o processo no site ou por telefone, dentro de um prazo de 30 dias. Caso a solicitação seja deferida, ele deve se dirigir ao Centro de Referência da Assistência Social (CRAS) mais próximo da sua casa para dar andamento ao pedido do benefício.

DICAS IMPORTANTES – O beneficiário pode realizar três tentativas de agendamento. Nas duas primeiras, caso a pessoa não possa comparecer e desmarcando previamente no prazo de até cinco dias antes da data marcada, não haverá ônus para ele. Caso ele agende e não compareça, ultrapasse essas duas tentativas ou desmarque fora do prazo determinado, o beneficiário terá que pagar uma taxa no valor de 10 tarifas do Anel B, isso corresponde a dizer R$ 38,50.

Não é necessária a impressão do protocolo de atendimento.

Também não é necessário o cadastramento do acompanhante, visto que ele pode ser qualquer pessoa a conduzir o beneficiário. Aqueles que contam com acompanhantes começarão a ser atendidos às 7h, para dar maior fluidez ao processo.



SERVIÇO

Recadastramento dos Cartões VEM Livre Acesso
08/11 - Agendamento pelo site ou telefone
28/11 – Recadastramento agendado – atendimento de segunda a sexta, das 07h às 18h, na Av. Mascarenhas de Morais, nº 1999, Imbiribeira.

Veja também

Covid-19: testes devem ter papel maior nas viagens internacionais
Coronavírus

Covid-19: testes devem ter papel maior nas viagens internacionais

Áustria instaura toque de recolher a partir de terça-feira e fecha hotéis e restaurantes
Pandemia

Áustria instaura toque de recolher a partir de terça-feira e fecha hotéis e restaurantes