Vacinação contra a gripe continua nesta sexta-feira no Recife

Entre o público-alvo da segunda fase da campanha estão as são pessoas com doenças crônicas não-transmissíveis, além de detentos e funcionários do sistema prisional

Vacinação contra a gripeVacinação contra a gripe - Foto: Rafael Furtado / Folha de Pernambuco

Está mantida nesta sexta-feira (17) no Recife a segunda fase da Campanha Nacional de Vacinação contra a Gripe. Segundo a secretaria municipal de saúde (Sesau), 20 mil doses estão disponíveis. A capital pernambucana contabiliza 11 mil recifenses imunizadas somente no primeiro dia da nova etapa que iniciou nessa quinta (16).

O público-alvo desta nova fase da campanha são pessoas com doenças crônicas não-transmissíveis e outras condições clínicas especiais, além de detentos e funcionários do sistema prisional, adolescentes e jovens em cumprimento de medida socioeducativa, profissionais das forças de segurança e salvamento, a exemplo de policiais, militares, bombeiros e guardas municipais.

Também fazem parte do público-alvo portuários, caminhoneiros, motoristas e cobradores de transporte coletivo. Os idosos e profissionais da saúde que não se vacinaram na primeira etapa continuam podendo se vacinar nesta nova fase.

Leia também:
Segunda fase da Campanha de Vacinação inicia com contrastes
Começa nesta quinta a segunda fase da Campanha de Vacinação
Segunda fase da vacinação contra o vírus Influenza começa nesta quinta (16)


A imunização acontece nas cerca de 150 unidades de saúde da cidade e também nos dois pontos de drive thru exclusivo para idosos, que funcionam no estacionamento do Shopping Riomar, no bairro do Pina , Zona Sul do Recife, e na Avenida Beberibe, em frente ao Estádio do Arruda, na Zona Norte da capital pernambucana. O horário de atendimento é das 8h às 17h.

Segundo a médica e diretora de Atenção Básica à Saúde do Recife, Ana Sofia Costa, mesmo não protegendo contra o novo coronavírus, é importante que os grupos prioritários abram essa exceção no isolamento social e busquem a vacinação contra a gripe.

“A vacina ajuda a evitar complicações que podem ocorrer caso a pessoa seja contaminada pelo vírus Influenza. As pessoas devem sair de casa exclusivamente para se vacinar. É muito importante manter o isolamento social, sobretudo os idosos e as pessoas com doenças crônicas, que costumam fazer quadro mais graves quando têm Covid-19 ou gripe”, afirmou Ana Sofia Costa.

Asmática, a empregada doméstica Cristiane Gomes, 42 anos, foi umas das primeiras a se vacinar na Upinha Moacyr André Gomes, no bairro de Casa Amarela, Zona Norte do Recife. “Corri para garantir a vacina. Sei que não protege contra o coronavírus, mas protege contra a Influenza, então já me ajuda bastante”, conta Cristiane, que se encaixa no grupo de pessoas com doenças crônicas não transmissíveis e outras condições clínicas especiais. Esse grupo também contempla hipertensos, diabéticos, obesos, transplantados, entre outros.

DOCUMENTOS
Para agilizar a vacinação, o Programa de Imunização (PNI) do Recife recomenda que os usuários levem um documento de identificação, a carteira de vacinação e o cartão SUS (se tiverem esses dois últimos). Parte do público-alvo precisa apresentar também documentos que provem a necessidade da imunização. Os profissionais das redes públicas e privadas de saúde, por exemplo, devem levar comprovantes laborais, como crachás ou carteira de trabalho.

Já as pessoas com doenças crônicas não-transmissíveis e outras condições clínicas especiais devem apresentar prescrição médica especificando o motivo da indicação da vacina. Os portuários, caminhoneiros, motoristas e cobradores de transporte coletivo devem apresentar documento comprobatório, como carteira de trabalho, contracheque com documento de identidade, carteira de sócio dos sindicatos de transportes ou carteira de habilitação (categorias C ou E).

BALANÇO
A segunda fase da Campanha Nacional de Vacinação contra a Gripe começou nessa quinta-feira (16) e já imunizou 11 mil recifenses somente no primeiro dia, de acordo com a Sesau.

Já na primeira etapa, o Programa de Imunização (PNI) do Recife vacinou quase 215 mil pessoas, sendo 174 mil idosos (95% do público-alvo, ultrapassando a meta de 90%), e mais de 40 mil profissionais de saúde (64% do total, abaixo da meta de 90%). Já nesta segunda etapa, o Ministério da Saúde não estipula meta de vacinação.

TERCEIRA ETAPA
Do dia 9 a 22 de maio, ocorrerá a terceira fase da vacinação, com foco em imunizar pessoas com deficiência, professores, crianças de 6 meses a menores de 6 anos, grávidas, puérperas (mulheres que tiveram filho há até 45 dias) e adultos de 55 a 59 anos. 

 

Veja também

Jairinho foi a festa de irmã após morte de Henry e 'clima era pesado', diz ex
Caso Henry Borel

Jairinho foi a festa de irmã após morte de Henry e 'clima era pesado', diz ex

Covid-19: Brasil tem 13,4 milhões de casos acumulados e 353,1 mil mortes
Pandemia

Covid-19: Brasil tem 13,4 milhões de casos acumulados e 353,1 mil mortes