Vagas de cursos profissionalizantes para jovens são oferecidas gratuitamente

A partir desta terça (3), estarão abertas as inscrições para os cursos de recepcionista, artesanato, informática básica e informática gráfica

Aula de serigrafia no curso de artesanato do Pró-CriançaAula de serigrafia no curso de artesanato do Pró-Criança - Foto: Divulgação/Movimento Pró-criança

O Movimento Pró-Criança, em parceria com a Empresa de Infraestrutura Aeroportuária (Infraero), está oferecendo 65 vagas para cursos profissionalizantes gratuitos. A partir desta terça (3), estarão abertas as inscrições para os cursos de recepcionista, artesanato, informática básica e informática gráfica.

As vagas são destinadas, preferencialmente, a jovens que moram na Zona Sul do Recife ou em Jaboatão dos Guararapes, estejam cursando a partir do 6º ano do ensino fundamental ou já tenham concluído o ensino médio. As aulas serão realizadas no turno da manhã na unidade Piedade do Pró-Criança, em Jaboatão.

As inscrições devem ser feitas na unidade do Pró-Criança localizada na Rua José Maia Bezerra, número 10, das 8h30 às 11h ou das 14h às 16h até o dia 6 de abril. É necessário apresentar cópias do RG, CPF, comprovante de residência, carteira de trabalho, declaração escolar ou ficha 19 no caso dos concluintes.

As aulas começam no dia 10 de abril, e a carga horária dos cursos é de 240 horas. O curso de artesanato acontecerá de terça a sexta. As turmas dos demais cursos se encontrarão três vezes por semana. Todos os alunos receberão, gratuitamente, material didático e fardamento.

Ao final do curso, além da certificação, o Pró-Criança, por meio do setor psicossocial, auxilia no encaminhamento dos jovens ao mercado de trabalho. A parceria já formou mais de mil jovens com idades entre 15 e 21 anos. Outras informações podem ser obtidas pelo telefone 3474.8979.

Veja também

Pernambuco registra 807 novos casos e 12 mortes nas últimas 24 horas
Coronavírus

Pernambuco registra 807 novos casos e 12 mortes nas últimas 24 horas

Macapá proíbe aglomerações após aumento de casos da Covid-19
coronavírus

Macapá proíbe aglomerações após aumento de casos da Covid-19