Vale afirma que pagará indenizações extrajudiciais a vítimas de barragem

'Aquele que comete uma infração tem o dever de reparar o dano', declarou emocionada a procuradora-geral da República, Raquel Dodge, nesta tarde

Presidente da Vale, Fabio SchvartsmanPresidente da Vale, Fabio Schvartsman - Foto: Valter Campanato/Agência Brasil

O presidente da Vale, Fabio Schvartsman, disse nesta quinta (31) que a empresa busca fechar um acordo com as autoridades de Minas Gerais para indenizar o mais rápido possível as famílias atingidas pelo rompimento de uma de suas barragens em Brumadinho, na última sexta (25).

Schvartsman se reuniu nesta tarde com a procuradora-geral, Raquel Dodge, em Brasília. "A intenção foi revelar a ela nossa intenção de acelerar ao máximo o processo de indenização e atendimento às consequências do desastre", disse.

"Para tanto, nós estamos preparados para abdicar de ações judiciais, fazer acordos extrajudiciais, e buscando assinar com a maior celeridade possível um acordo com as autoridades de Minas Gerais que permita que a Vale comece imediatamente a fazer frente a esse processo indenizatório", afirmou. O presidente da Vale não mencionou valores para os acordos. Disse que, antes, é preciso saber o número de vítimas.

Leia também:
'Não é possível não sentir essa dor', diz Raquel Dodge sobre Brumadinho
Ibama: tragédia de Brumadinho devastou 133 hectares de Mata Atlântica
Sobe para 99 o número de mortos e há 259 desaparecidos em Brumadinho
Brumadinho, um túmulo a céu aberto


Mais cedo, Dodge havia se encontrado com representantes das vítimas de Brumadinho e Mariana (MG) e dito que o Ministério Público deverá priorizar soluções extrajudiciais, que são mais rápidas, para solucionar problemas emergenciais, como falta de emprego, de casa e comida na região afetada.

Regate de corpos após tragédia em Brumadinho, próximo ao Córrego do Feijão

Regate de corpos após tragédia em Brumadinho, próximo ao Córrego do Feijão - Crédito: Douglas Magno/AFP


 

Veja também

Mais da metade dos inscritos falta ao 1º dia do Enem em meio à pandemia
Enem 2020

Mais da metade dos inscritos falta ao 1º dia do Enem em meio à pandemia

No primeiro dia, cem são vacinados no Hospital das Clínicas
Coronavírus

No primeiro dia, cem são vacinados no Hospital das Clínicas