Hospital da Restauração

"Vamos redobrar cada vez mais os cuidados", afirma Paulo Câmara após queda de forro do teto no HR

Fala do gestor à imprensa foi a primeira após o incidente

Fala de Paulo Câmara ocorreu após cerimônia de posse de novos secretários estaduaisFala de Paulo Câmara ocorreu após cerimônia de posse de novos secretários estaduais - Foto: Hélia Scheppa/SEI

O governador de Pernambuco, Paulo Câmara, falou à imprensa, nessa terça-feira (3), sobre a queda de parte do forro do teto do setor de traumas do Hospital da Restauração (HR), no Recife, na segunda-feira (2). 

De acordo com Câmara, os recursos financeiros necessários para "qualquer tipo de intervenção necessária para a Saúde" serão autorizados.

"Desde ontem [segunda-feira], eu tenho mantido contato com a Secretaria [Estadual de Saúde] para a gente verificar exatamente se há outros pontos de fragilidade e isso já seja corrigido. A gente não pode ter mais riscos como o que nós sofremos no dia de ontem", afirmou o chefe do Executivo estadual.

O governador alegou que é preciso cuidar da parte estrutural das unidades de saúde bem como da assistência à população. "Sabemos das dificuldades, de todo o represamento que a pandemia trouxe em relação à saúde básica das pessoas. Vamos redobrar cada vez mais os cuidados em relação a todas as nossas unidades de saúde", continuou o governador.

Funcionários e pacientes viveram momentos de tensão no HR, na última segunda (2) Queda de aprte do teto provocou desespero nos pacientes (Foto: Reprodução/Instagram)

A fala de Câmara à imprensa ocorreu após a solenidade de posse dos novos secretários estaduais de Cultura, Oscar Barreto, e de Desenvolvimento Social, Criança e Juventude, Edilázio Wanderley. O ato ocorreu no Palácio do Campo das Princesas, no Recife.

"Caso pontual"
Em nota, a Secretaria Estadual de Saúde de Pernambuco (SES-PE) afirmou que o desabamento do forro do teto da unidade de trauma foi um "caso pontual" e que "não tem qualquer relação com problemas estruturais na edificação". 

"O vazamento se deu por conta do rompimento de uma tubulação de água potável em uma área que foi construída em 2014 e a vazão da água pressionou duas placas de gesso, fazendo com que cedessem na área da emergência do trauma", detalhou a SES-PE. 

A SES-PE lamentou o fato e ressaltou que "nenhum paciente sofreu danos". 
 

Veja também

"Construo o que você quiser": conheça história de pedreiro sem-teto que sobrevive de artes no Recife
A VIDA NA RUA

"Construo o que você quiser": conheça o pedreiro sem-teto que sobrevive de artes no Recife

Austrália terá fábrica de vacinas de RNA mensageiro
vacina

Austrália terá fábrica de vacinas de RNA mensageiro