Coronavírus

Variante Delta faz França temer nova onda de Covid-19 no final de julho

Agora, a variante Delta representa 30% dos novos casos no país

Restaurante funcionando na França, em outubro de 2020Restaurante funcionando na França, em outubro de 2020 - Foto: Thierry Zoccolan / AFP

A França poderá enfrentar uma quarta onda de Covid-19 no final de julho, devido à propagação da variante Delta - afirmou o porta-voz do governo, Gabriel Attal, nesta segunda-feira (5).

"Na última semana, a epidemia voltou a ganhar terreno", disse Attal à rádio France Inter. 

Agora, a variante Delta representa 30% dos novos casos no país.

Uma quarta onda de infecções é "uma possibilidade" para o final deste mês, acrescentou, ecoando uma advertência feita pelo ministro da Saúde, Olivier Véran, no fim de semana.

"O exemplo inglês mostra que é possível uma onda a partir do final de julho", tuitou Véran.

Vários países, entre eles Reino Unido e Rússia, já vivem um alarmante aumento de casos por causa desta variante, identificada na Índia.

Desde o início da campanha de vacinação na França no final de 2020, mais de 34,5 milhões de pessoas receberam pelo menos uma injeção (51,2% da população total), e mais de 24,4 milhões (36,2%), as duas doses, conforme números oficiais.

Ao todo, mais de 111.000 pessoas morreram por Covid-19 na França.

Veja também

Odebrecht: Filho de ex-presidente do Panamá se declara culpado de lavagem de dinheiroPanamá

Odebrecht: Filho de ex-presidente do Panamá se declara culpado de lavagem de dinheiro

Boletim da Fiocruz sinaliza aumento de casos de SRAG em 13 estadosSíndrome respiratória aguda grave

Boletim da Fiocruz sinaliza aumento de casos de SRAG em 13 estados