Internacional

Vaticano devolve três múmias pré-colombianas ao Peru

Peças foram doadas em 1925 e mantidas no Museu Etnológico do Vaticano

Papa FranciscoPapa Francisco - Foto: FILIPPO MONTEFORTE/AFP

O Vaticano devolveu ao Peru três múmias pré-colombianas, que haviam sido doadas em 1925 e foram mantidas no Museu Etnológico do Vaticano, de acordo com o acordo assinado nesta segunda-feira (17) entre o chanceler peruano, César Rodrigo Landa, e autoridades da Santa Sé.

A assinatura do acordo para a repatriação destas valiosas peças, que serão objeto de várias pesquisas por parte de arqueólogos especializados, contou com a presença de Landa, novo ministro das Relações Exteriores do Peru, e do presidente do governo da Cidade do Vaticano, cardeal Fernando Vergez Alzaga.

As peças foram encontradas a três mil metros de altitude nos Andes peruanos, ao longo do rio Ucayali, e foram doadas para a Exposição Missionária Universal de 1925, realizada no Vaticano, explicou a entidade em uma nota.

"Graças à boa disposição do Vaticano e do papa Francisco, foi possível realizar a devolução, como cabe. Vim assinar esse ato. Chegarão a Lima nas próximas semanas", disse o chanceler Landa à imprensa.

"Apreciamos o sentimento compartilhado com o papa Francisco de que essas múmias são mais que objetos, são seres humanos. Restos humanos que devem ser enterrados com dignidade no lugar de onde vêm, ou seja, no Peru", acrescentou.

O chanceler peruano foi recebido em audiência privada pelo papa Francisco. Landa está em viagem pela Europa no lugar do presidente Pedro Castillo, que teve negada, pelo Congresso, permissão para viajar ao exterior.

"Foi um gesto magnânimo por parte do papa desejar que a situação melhore não apenas política, mas também socialmente", no país, elogiou o ministro.

O Peru vem recuperando material arqueológico dos Estados Unidos e do Chile, entre outros países, e espera manter essa linha.

Veja também

Google suspende criação de imagens de pessoas por meio de IA após falha
TECNOLOGIA

Google suspende criação de imagens de pessoas por meio de IA após falha

Ucrânia reivindica ataque fatal em campo de treinamento russo
MUNDO

Ucrânia reivindica ataque fatal em campo de treinamento russo