Veja como vai ficar o camarote Sr. Chopp no Galo da Madrugada

Espaço promete estrutura diferenciada para acompanhar o desfile do maior bloco do mundo

Espaço promete estrutura diferenciada para acompanhar o desfile do maior bloco do mundoEspaço promete estrutura diferenciada para acompanhar o desfile do maior bloco do mundo - Foto: Divulgação

Daniella Vasconcelos e Thiago Benevides estão a pleno vapor nos preparativos da sétima edição do camarote Sr. Chopp no Galo da Madrugada. O espaço, localizado entre a avenida Sul e a rua Imperial, promete ser point para 1.800 foliões que vão acompanhar o desfile do maior bloco do mundo. O camarote terá open bar premium e espaço gourmet com mesa de frios, sanduíches naturais, sorvetes, pizzas e salgados. Ambientes para makes, massagem, banheiros exclusivos e traslado ida e volta também são diferenciais da estrutura.

O grupo Patusco, a orquestra Maximus, Escola de Samba Preto Velho, DJ Érico Sam e participações especiais de Ronan Tardim, Diego & Junior, Victor Ferrari e Jorge Serrano estão na programação musical. Os ingressos custam R$ 330 (individual) e R$ 620 (casadinha). As entradas podem ser adquiridas no Sr Chopp e online através dos sites Sympla e Ingressos Recife.

 

Camarote fica entre a avenida Sul e a rua Imperial, com estrutura para receber 1.800 foliões

Foto: Camarote fica entre a avenida Sul e a rua Imperial, com estrutura para receber 1.800 foliões
Créditos: Divulgação

O grupo Patusco, a orquestra Maximus, Escola de Samba Preto Velho estão entre as atrações musicais do Sr. Chopp

Foto: O grupo Patusco, a orquestra Maximus, Escola de Samba Preto Velho estão entre as atrações musicais do Sr. Chopp
Créditos: Divulgação

 

 

Veja também

Fernando de Noronha realiza o primeiro salvo-aéreo noturno para transferir paciente com Covid-19
Modernização

Noronha realiza o primeiro salvo-aéreo noturno para transferir paciente com Covid-19

Pedre e noivos são presos em casamento que quebrou regras da quarentena no Chile
QUARENTENA

Pedre e noivos são presos em casamento que quebrou regras no Chile