Notícias

Verão atrai turistas a Pernambuco e deixa o Recife mais movimentado

Junto com as férias escolares, temporada é propícia para passeios pela cidade e idas a praias do Litoral Sul

Formação será nesta quinta (14), das 9h às 13 horas, na Faintivisa (Faculdades Integradas de Vitória)Formação será nesta quinta (14), das 9h às 13 horas, na Faintivisa (Faculdades Integradas de Vitória) - Foto: Divulgação

Verão, férias, sol, calor, mar... o cenário perfeito para botar aquele vestido florido, a bermuda confortável, sandálias e sair a explorar a cidade. É o que se vê pelas ruas do Recife. Gente tranquila, aproveitando os dias de folga e a temperatura agradável (às vezes, nem tanto). Até o trânsito está melhor, com a diminuição de carros circulando. É possível, assim, curtir melhor o Recife. Por outro lado, as "portas de entrada" de Pernambuco para os turistas estão mais movimentadas, com muitos procurando os destinos do Litoral.

Circular de carro pelo Grande Recife chega a ser quase agradável nesta época - algo raro no trânsito caótico principalmente da Capital. Pudera. No período de férias, segundo a Companhia de Trânsito e Transporte Urbano, o número de veículos rodando cai cerca de 25%. A Região Metropolitana tem uma frota flutuante de cerca de um milhão de carros; nas férias, são 250 mil a menos. A avenida, que possui um fluxo de 89 mil veículos por dia, recebe média de 70,4 mil na época sem aulas.

E a combinação de férias com o Verão faz com que mais pessoas circulem pelas ruas, principalmente do Bairro do Recife, centro histórico da Capital, para conhecer melhor os pontos turísticos e as belezas naturais. Não é difícil ver caminhadas despreocupadas, roupas leves e câmeras penduradas nos pescoços ou em frente ao olho, capturando as paisagens.

Turismo aquecido

Também mais turistas vêm a Pernambuco. Só no Aeroporto Internacional do Recife/Guararapes, há um incremento de 17% no número de passageiros - 21 mil diariamente, contra 18 mil em outras épocas. Para atender à demanda, 800 voos extras estão sendo operados no terminal - 400 de chegada e 400 de partida segundo a Infraero. Turistas oriundos principalmente do Rio de Janeiro, Belo Horizonte, Fernando de Noronha, Fortaleza e Belém.

Os destinos mais procurados são as praias do Litoral Sul, principalmente Porto de Galinhas. Por lá, segundo a Associação Brasileira da Indústria de Hotéis em Pernambuco (ABIH-PE), a taxa de ocupação para o Verão deve chegar a 90%, mesmo patamar da mesma temporada em 2016. A expectativa é semelhante, também, para os hotéis de Fernando de Noronha. "Esses dois destinos estão sendo muito trabalhados com os mercados nacional, principalmente no Sudeste e Sul do Brasil, e internacional, com foco na Argentina. Esta talvez seja a melhor temporada de argentinos de todos os tempos no Estado", acrescenta o presidente da ABIH-PE, Artur Maroja. Já no Recife, que tem mais vocação para o turismo de negócios, a associação luta para que a ocupação fique em torno de 60%.

Thaís Nascimento é pernambucana, mas mora em Londres, na Inglaterra. Prestes a se casar com o britânico Nicolas Rolans neste fim de semana, na praia dos Carneiros, no Litoral Sul, ela trouxe a família do noivo para conhecer Pernambuco. Thaís já apresentou diversos pratos típicos aos "gringos", como feijoada, peixada e macaxeira, todos devidamente aprovados. "Estamos fazendo um tour pelos pontos turísticos mais famosos. O Alto da Sé em Olinda, a Casa da Cultura e o Marco Zero são os locais que não se pode deixar de visitar, além das praias", lista a anfitriã.

Quem vem de fora também aprova o que encontra, até mesmo o calor, que não tem dado trégua. "Por mais que chova um pouco, logo o tempo melhora. Você sempre vai ter sol e calor para se divertir", pontua o turista João Henrique Torres, que veio de Goiânia (GO) visitar parentes e aproveitar para conhecer algumas praias. Ele conta que conseguiu hospedagem a preço razoável, mas está gastando mais do que esperava com alimentação.

É também temporada de navios no Porto do Recife. Desde novembro de 2016, indo até o fim de abril de 2017, 20 navios atracam no equipamento. "Esses navios vão trazer, no total, cerca de 40 mil passageiros. A maioria deles só faz uma parada no Recife, ficando média de 12 horas, para depois seguir para outros destinos", informa o diretor Comercial e de Operações do Porto do Recife, Carlos Vilar. Muitos desses turistas já vêm com passeios fechados e têm oportunidade de visitar o Centro ou esticar para as praias do Litoral Sul.

Veja também

Vídeo mostra violência do tornado que devastou cidade em Iowa, nos EUA
tornado

Vídeo mostra violência do tornado que devastou cidade em Iowa, nos EUA

Síndrome de May-Thurner pode causar complicações graves, alerta médico
DOENÇA VASCULAR

Síndrome de May-Thurner pode causar complicações graves, alerta médico

Newsletter