Vereadores do Recife querem Faixa Azul compartilhada

Comissão Especial da Câmara municipal sugere à CTTU que ônibus e veículos particulares dividam Faixa Azul na hora do rush matinal

Faixa exclusiva na avenida Antônio de Góes, no Pina, foi inaugurada em 9 de janeiro de 2018Faixa exclusiva na avenida Antônio de Góes, no Pina, foi inaugurada em 9 de janeiro de 2018 - Foto: Paullo Allmeida

O grande trânsito que está sendo percebido pelos moradores e frequentadores da Zona Sul do Recife tornou-se uma proposta entregue à Autaquia de Trânsito e Transporte (CTTU). Nessa quinta-feira (8), a Comissão Especial Interpartidária com a Finalidade de Fiscalizar, in loco, o Tráfego da Zona Sul, propôs que a Faixa Azul da avenida Antônio de Góes, na mesma área da cidade, compartilhe o espaço com carros de passeio no horário de pico da manhã (das 7h às 10h). A proposta visa aumentar a velocidade na via onde foi implantada a faixa exclusiva, em 9 de janeiro último. A proposta ainda será avaliada pela CTTU.

“Não sou contra a Faixa Azul. Sou contra a Faixa Azul neste local. Nós já temos uma via Mangue que ficou velha antes do tempo, completamente congestionada; a (avenida) Conselheiro Aguiar também congestionada; e a Antônio de Góes reflete esse congestionamento”, defendeu o presidente da Comissão, vereador Marco Aurélio (PRTB). “São 630 metros até a ponte Governador Paulo Guerra e depois a faixa acaba”, observou.

Ônibus x carros
A proposta dos vereadores divide opiniões, que variam entre quem entende a necessidade de facilitar o transporte público e quem quer agilizar sua vida dentro de seu carro. “Acho que para quem usa os ônibus isso é uma maravilha. Para gente que usa carro não mudou muita coisa. Aqui sempre foi (muito) trânsito”, destacou o estudante Bruno Conte, 25 anos, morador de Boa Viagem. Ele pontuou que levava 15 minutos para cruzar o trecho e que agora gasta o dobro do tempo.

Segundo a CTTU, o trecho da Faixa Azul na Antônio de Góes beneficia 93 mil usuários de 26 linhas de ônibus que utilizam a via. Ainda de acordo autarquia, os coletivos aumentaram sua velocidade média em 35%.

Apesar disso, a avenida já sofreu alguns reforços desde sua implantação, como o aumento de tempo nos ciclos de cinco semáforos verdes, no dia 7 de fevereiro, a fim de descongestionar o tráfego de carros de passeio na área.

Leia também:
Mais três linhas de ônibus passam a usar Faixa Azul na avenida Antônio de Góes, no Recife
Mais quatro linhas de ônibus passam a usar Faixa Azul da avenida Antônio de Góes
Av. Antônio de Góes, no Pina, ganha Faixa Azul


Mais investimentos
Para o vereador Marco Aurélio (PRTB), a Faixa Azul tem que ser um plano de implementação da mobilidade no Recife e não apenas uma faixa exclusiva. “A gente entende que a Faixa Azul envolve um programa de mobilidade. Mas o problema de transporte público exige novos ônibus, novos investimentos em tecnologia da mobilidade. Não se trata apenas de pintar uma faixa de azul e delimitar o espaço entre veículos particulares e coletivos”.

A observação do parlamentar é percebida por usuários do sistema. “Agora chego mais rápido em casa, mas os ônibus vêm sempre lotados e o tempo de espera é praticamente o mesmo. Deviam colocar mais ônibus”, constatou o estudante Alisson Henrique, 21 anos, que utiliza diariamente o corredor da avenida Antônio de Góes. “Se for para ser assim então não vale de nada esta faixa. A pior hora daqui é no início da manhã.”

Nova linha
A partir das 9h deste sábado (10), a linha 050 - PE-15/Boa Viagem passa a trafegar na Faixa Azul da Antônio de Góes. Com essa mudanças, as paradas passam do canteiro central para a pista leste da avenida.

Veja também

Rio não terá desfile de blocos de rua no carnaval de 2021
carnaval

Rio não terá desfile de blocos de rua no carnaval de 2021

Brasileira está entre as vítimas de atentado na França, informa Itamaraty
internacional

Brasileira está entre as vítimas de atentado na França