Notícias

Vídeo mostra festa com drogas e álcool em presídio feminino; assista

Governo do Estado abriu procedimento administrativo para apurar o caso

Câmara do RecifeCâmara do Recife - Foto: Divulgação

O Governo do Estado informou que abriu procedimento administrativo para apurar a realização de uma festa dentro da Colônia Penal Feminina do Recife (CPFR). Em imagens divulgadas nas redes sociais nesta terça-feira (10), dezenas de presas aparecem usando drogas, bebendo e dançando sem qualquer interferência de agentes penitenciários. O caso teria ocorrido na tarde do último dia 31, no que seria uma festa de aniversário.

Na filmagem, detentas exibem cigarros de maconha e cheiram cocaína. Várias aparecem falando ao celular. Os corredores e alojamentos da unidade são apertados para tanta gente. 

 Segundo o presidente do Sindicato dos Agentes Penitenciários de Pernambuco (Sindasp-PE), João Carvalho, a CPFR abriga 691 reeducandas, mas só tem espaço para 200. “Deveria haver ali, no mínimo, de 25 a 30 agentes por plantão, mas a média é de quatro ou cinco. Com a necessidade de fazer custódia, dar socorro e outros procedimentos, há vezes que esse número cai para duas. Numa situação dessa, não há como fazer a fiscalização e as presas tomam conta do pavilhão”, afirmou. “O que é visto nas imagens é o retrato da negligência do Estado, ausente dentro do sistema prisional”, completou Carvalho.



Em entrevista à TV Globo no início da tarde, o secretário de Justiça e Direitos Humanos, Pedro Eurico, informou que nove detentas que participaram do evento já foram identificadas e estão em isolamento. Posteriormente, elas serão ouvidas. “Mais preocupante que o consumo é como [o material ilícito] entrou. Queremos saber se eram papelotes de maconha, pó de cocaína, pó de crack ou não”, afirmou Eurico.

O secretário também destacou medidas que vêm sendo tomadas pelo Governo diante do crescimento da população carcerária feminina, que, nos últimos anos, pulou de 2% para 8% do total de presos no Estado. “Duas das sete unidades (do Complexo Prisional) de Araçoiaba, que estamos construindo, são femininas”, declarou.

Em nota, a Secretaria Executiva de Ressocialização reafirmou que as reeducandas foram isoladas após serem identificadas. Confira na íntegra:

A Secretaria Executiva de Ressocialização (Seres) informa que já identificou as reeducandas da Colônia Penal Feminina do Recife (CPFR) que aparecem nas imagens divulgadas nesta terça-feira (10). Todas foram preventivamente isoladas e responderão a um procedimento administrativo disciplinar.

Veja também

Saúde lança campanha de prevenção ao uso de cigarros eletrônicos
Combate ao Fumo

Saúde lança campanha de prevenção ao uso de cigarros eletrônicos

África do Sul avança na contagem eleitoral com maioria do ANC em risco
ELEIÇÕES

África do Sul avança na contagem eleitoral com maioria do ANC em risco

Newsletter