Notícias

Viradouro é a grande campeã do Carnaval do Rio em 2020

Escola contou a história das Ganhadeiras de Itapuã, quinta geração de lavadoras de roupa na Lagoa do Abaeté

Leandro Lucas e Renata Xavier, mestre-sala e porta-bandeira da ViradouroLeandro Lucas e Renata Xavier, mestre-sala e porta-bandeira da Viradouro - Foto: Divulgação/Unidos do Viradouro

Disputado décimo a décimo, o título de escola campeã do Carnaval do Rio de Janeiro em 2020 ficou com a Unidos do Viradouro, que levou para a Marquês de Sapucaí o enredo "Viradouro de alma lavada". A escola de Niterói contou a história das Ganhadeiras de Itapuã, quinta geração de lavadoras de roupa na Lagoa do Abaeté. Os carnavalescos Marcus Ferreira e Tarcísio Zanon resgataram a bravura das escravas de ganho do Abaeté, que trabalhavam para comprar a alforria de parentes e amigos. Esse foi o segundo título da Viradouro, que tem 73 anos de história - a primeira conquista aconteceu em 1997.

Na apuração das notas, realizada na tarde desta quarta-feira (26), a Viradouro somou 269.6 pontos, assim como a Grande Rio, que buscava um título inédito, mas levou a melhor no critério Evolução, apontado como desempate. A Grande Rio levou à avenida o enredo "Tata Londirá – O canto do caboclo no Quilombo de Caxias". No trabalho dos carnavalescos Gabriel Haddad e Leonardo Bora, a escola contou a história de João Alves Torres Filho, o babalorixá Joãozinho da Gomeia, que virou um ícone do candomblé no Brasil.

Em terceiro ficou a Mocidade Independente de Padre Miguel, com 269.4, mesma pontuação da Beija-Flor, quarta colocada. Até o último quesito da apuração, as escolas se alternavam na liderança. Estácio, em 12º, e União da Ilha, em 13º lugar, foram rebaixadas para o grupo de acesso em 2021. 

Os envelopes com as notas das escolas foram abertos na seguinte ordem: fantasias; samba-enredo; comissão de frente; enredo; alegorias e adereços; bateria; mestre-sala e porta-bandeira; evolução; e, harmonia. Cada escola recebeu cinco notas por quesito, sendo descartadas a maior e a menor nota.

As seis escolas mais bem colocadas voltam ao Sambódromo no próximo sábado (29), para o tradicional desfile das campeãs. Além das quatro primeiras já citadas, desfilam também Salgueiro, quinta colocada (269.0), e Mangueira, campeã de 2019, que terminou em sexto lugar (268.9).

Veja também

Órgãos de trânsito alertam motoristas para pontos de alagamento com a chuva; confira locais
Chuvas

Órgãos de trânsito alertam para pontos de alagamento com a chuva; confira locais

Chuva na RMR deve ficar menor pela manhã e se concentrar à tarde e à noite nesta terça-feira (24)
Diz Apac

Chuva na RMR deve ficar menor pela manhã e se concentrar à tarde e à noite nesta terça