Voluntários fazem campanha para a doação de máscaras para moradores de rua

Até o momento 400 máscaras foram arrecadadas de uma meta de 700

Distribuições de refeiçõesDistribuições de refeições - Foto: Divulgação

Um grupo chamado "Anjos da Noite", que distribui alimentação para as pessoas em situação de rua de domingo a domingo nas proximidades da Praça Maciel Pinheiro, no bairro da Boa Vista, busca fazer uma boa ação em meio à pandemia do coronavírus. A organização tem como meta distribuir 700 máscaras neste domingo (03) para as pessoas que vivem na rua.

Na ação, também serão distribuídos kits de higiene com detergente, sabonete e sabão em pedra. Até o momento 400 máscaras foram arrecadadas. Por conta disso, o grupo pede ajuda para conseguir bater a meta e, assim, poder oferecer 2 máscaras para cada pessoa.

Os "Anjos da Noite" completarão cinco anos de existência no mês de novembro. Logo em seu início, atendia em média 15 pessoas com 40 litros de sopa diariamente. Esse número deu um salto e hoje são atendidas de 350 a 400 pessoas, dispondo de 400 litros de sopa.

Com a pandemia, a rotina das 165 pessoas envolvidas na ação, entre voluntários e doadores, foi modificada. Os encontros nas ações que até então aconteciam duas vezes por mês, na primeira sexta-feira do mês na Praça do Diário, levando alimentação e também serviços de saúde, e na terceira sexta-feira no Hospital da Restauração e com foco nos acompanhantes de pacientes internados no local foram pausados devido as grandes demandas que os voluntários estão tendo nesse período.

Leia também:
Uso obrigatório de máscaras para trabalhadores do comércio começa a valer em Pernambuco
Brasileiro é preso por suspeita de matar moradores de rua na Espanha
TI Xambá recebe higienização contra coronavírus


A partir dessa nova demanda os encontros acontecem rotineiramente na hora do jantar de segunda a sexta, a partir das 17h30. Aos domingos, às 11h, é distribuído o almoço,  conta ainda com a entrega de sobremesa e do lanche da tarde.

De acordo com o grupo, muitos dos cidadãos que recebem o auxílio não possuem consciência sobre o perigo que o coronavírus pode representar para eles. "Quando eles viram os voluntários com máscaras e luvas estranharam. Apesar da divulgação da mídia eles não tinham acesso à informação, muitos sequer tem uma televisão", disse a fundadora e coordenadora do Anjos da Noite, Conceição Rodrigues.

Segundo Conceição essas pessoas em situação de rua ficaram muito assustadas, pois não esperavam que o vírus se espalhasse tão facilmente e que ao mesmo tempo estavam correndo riscos de se contaminar sem as máscaras. "Começamos a dar as primeiras instruções, mas, como se não bastasse a dificuldade de manter a higiene nas ruas, eles não têm como comprar ou produzir as máscaras", explicou.

No último domingo da ação, os que estavam na fila imploraram por máscaras e foi prometido por Conceição a doação. "Além das máscaras, ainda falta muito sabonete, sabão em pedra e papel higiênico", falou. Desde então a campanha começou pelo Instagram do grupo (@anjosdanoite_pe).

No próximo domingo(03) será feita também a entrega de uma cadeira de rodas para uma pessoa com deficiência física moradora de rua da região do entorno. O grupo formado por voluntários não tem nenhum envolvimento político ou religioso com entidades, além de não contar com o apoio de empresas.

Eles estão sempre precisando de doações de descartáveis (pratos, copos, garfos e facas), alimentos e água mineral. Quem quiser se solidarizar com essa ação pode entrar em contato pelo telefone (81) 9 8743-7732 (falar com Conceição Rodrigues).

Veja também

EUA não pretende decretar novos confinamentos, afirma Anthony Fauci
Pandemia

EUA não pretende decretar novos confinamentos, afirma Anthony Fauci

Mais 2,1 milhões de doses da vacina da Pfizer chegam ao Brasil
Covid-19

Mais 2,1 milhões de doses da vacina da Pfizer chegam ao Brasil